- PUBLICIDADE GOOGLE-

Casan garante abastecimento mesmo com aumento de 90% no consumo de água no Norte da Ilha

Com um fornecimento de água que praticamente dobrou nos balneários do Norte da Ilha entre Natal e Ano Novo, a Casan prossegue o atendimento neste deve ser um dos verões com maior número de turistas no litoral de Santa Catarina.

Em outros municípios litorâneos, como Balneário Barra do Sul, Balneário Piçarras, Barra Velha, Garopaba, Laguna e Passo de Torres, a Companhia vem garantindo uma elevação de pelo menos 15% no consumo de água. Os dados foram apresentados pelo diretor-presidente Edson Moritz durante balanço inicial da Operação Estação Verão.

Continua após o anúncio

“O trabalho da Casan prossegue para atendermos da melhor forma possível a população e os turistas que visitam Santa Catarina neste verão. Fornecimento de água, coleta e tratamento de esgoto são serviços essenciais e a Companhia continua com todas as suas equipes mobilizadas”, destaca o diretor-presidente.

Em seu pacote de ações para a alta temporada, a Casan investiu R$ 40 milhões em melhorias nos setores de água e esgoto. Para reforço da infraestrutura de abastecimento, a Companhia instalou 124 novos reservatórios, equipamentos estratégicos para manutenção durante a temporada de verão. Entre outras melhorias, 16 novos poços foram perfurados para captação de água bruta.

Continua após o anuncio

Os investimentos garantiram uma redução de 41% nos registros de falta de água, que de forma geral foram pontuais, principalmente pela necessidade de serviços corretivos como rupturas de redes de distribuição.

Trabalho Preventivo

Continua após o anúncio
Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

O trabalho preventivo em uma das principais elevatórias de esgoto da Capital, a do Rio do Brás, em Canasvieiras, foi outro destaque apresentado no encontro com diversos setores do Governo do Estado.

Desde 26 de dezembro, equipes da Casan realizam manutenções na elevatória que faz o bombeamento de esgoto para depuração na Estação de Tratamento de Canasvieiras.

Em uma das vistorias a esse trabalho, a Diretoria da Casan atendeu o presidente do Instituto SOS Rio do Brás, José Luiz Sardá, que acompanhou a manutenção preventiva executada periodicamente na estação, com a retirada de sujeira das grades e verificação de quatro bombas.

“Esse trabalho diário da Casan é necessário e cada vez mais tem que se aperfeiçoar”, considera Sardá, que também reforçou a necessidade de conscientização ambiental dos moradores. “A Companhia é parceira e faz a sua parte, mas a sociedade também precisa ter consciência, não jogando rejeitos na rede coletora. Só assim vamos chegar ao sonho de ver o rio do Brás com melhor qualidade de água”.

Para o presidente Edson Moritz, o encontro com o Instituto SOS Rio do Brás demonstra a necessidade de união dos agentes envolvidos na recuperação ambiental. Durante a conversa, Moritz e Sardá também trataram de iniciativas de educação ambiental na área, como o fornecimento de folders aos moradores e a construção de roteiros educativos para crianças.

Balneabilidade

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Com foco no acompanhamento da infraestrutura de esgoto e possíveis impactos na balneabilidade, a Casan também trabalha em parceria com o IMA, órgão responsável pelas coletas e análises de avaliação da qualidade das praias.

Em conjunto com o diretor de Operação e Expansão, Pedro Joel Horstmann, o diretor Edson Moritz tem ido a campo vistoriar o funcionamento dos sistemas de esgoto que atendem as principais praias da Ilha, apurando se há responsabilidade da Companhia em locais impróprios para banho.

Durante as visitas já realizadas, foi constatada que a situação de ponto impróprio não estava relacionada ao mal funcionamento de redes de esgoto ou estações de tratamento da Casan.

“Verificamos in loco que a infraestrutura operada pela Casan está em ordem, que a contaminação está relacionada com a enxurrada provocada pelas águas das chuvas e com ligações clandestinas de esgoto na rede de drenagem. Por esse motivo a colaboração da população para fazer a correta ligação do esgoto à rede coletora”, explica o diretor de Operação e Expansão da Companhia, Pedro Joel Hostmann.

No Norte da Ilha, a Companhia também ampliou em quase 50% o volume de esgoto recebido na ETE Canasvieiras (148 mil litros para 220 mil litros por dia). Aproximadamente 25 caminhões de empresas limpa-fossa de Florianópolis fazem o descarte todos os dias na ETE Canasvieiras.

Fonte: Governo SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
Da redação do Portal SC Hoje News. DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99208.8844

Veja Mais

Mais Lidas

RECEITAS