- PUBLICIDADE GOOGLE-

Nova ETE Potecas: CASAN desenvolve Programa de Controle Ambiental de Obras

Além de desenvolver um trabalho socioambiental com visitas e orientações às comunidades no entorno das obras da nova ETE Potecas, a CASAN trabalha com um Programa de Controle Ambiental das Obras neste que é um dos maiores empreendimentos de saneamento em Santa Catarina.

Um dos procedimentos é a manutenção dos veículos e equipamentos, visando uma menor emissão de fumaça preta. O monitoramento é realizado mensalmente para controle das emissões de partículas sólidas e para a redução de gases prejudiciais à saúde e ao ambiente.

Continua após o anúncio

É também executado o Procedimento para Operação em Épocas Chuvosas, com ações para preservar o solo e evitar acidentes de trabalho com possíveis danos materiais, pessoais e ambientais. Nesses dias é reduzida a operação de máquinas e equipamentos e são realizadas manutenções nas vias, garantindo um escoamento mais eficaz, possibilitando que os equipamentos voltem às atividades com segurança, sem prejudicar o solo.

“Esse controle é diário, pois dessa forma conseguimos minimizar ou até mesmo evitar alguns impactos ambientais que podem ser negativos para o meio ambiente”, explica a engenheira ambiental Larissa de Andrade Gonçalves, que atua nos programas ambientais da nova ETE Potecas.

Continua após o anuncio

Segurança do Trabalho

Ações focadas na segurança do trabalho também fazem parte do Programa de Controle Ambiental de Obras, como o programa de Manutenção do Sistema de Logística Interna, com instalação de placas de sinalização. O objetivo é aprimorar a circulação interna e externa, fornecendo orientações essenciais aos colaboradores durante a realização de suas atividades.

Continua após o anúncio

“Também atuamos na conscientização dos colaboradores sobre a importância da utilização dos seus equipamentos de segurança pessoal. Nossa meta é executar a obra com cem por cento de qualidade e sem acidentes”, complementa o engenheiro Lucas Stadler.

A Nova ETE Potecas terá capacidade de depuração média de 600 l/s na primeira etapa, cerca de 42% a mais do que a atual unidade com sistema de lagoas de estabilização, onde ocorre o tratamento biológico, o que acaba causando mau cheiro.

Com tecnologia de lodos ativados por aeração prolongada, a nova ETE permitirá maior controle de odor e remoção complementar de fósforo. Com isso, vai garantir

O investimento previsto é de R$ 270 milhões, para atendimento de uma população de 328.494 habitantes na primeira etapa, podendo chegar a 437.992 com sua ampliação.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News
Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News
Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News
Fotos: Projeto Socioambiental da ETE Potecas/ Acervo CASAN

Fonte: Governo SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
Da redação do Portal SC Hoje News. DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99208.8844

Veja Mais

Mais Lidas

RECEITAS