- PUBLICIDADE GOOGLE-

Hospital Tereza Ramos se destaca no atendimento de queimados em Santa Catarina

Acidentes relacionados às festas de fim de ano e períodos de férias são comuns. A maioria dos casos está associada a queimaduras causadas por álcool, combustível automotivo e fogo. Em razão disso, o sistema de saúde está atento a esse período. No Hospital Geral e Maternidade Tereza Ramos, de Lages, referência em Santa Catarina no atendimento de pacientes adultos que sofreram queimaduras, a Unidade de Terapia de Queimados (UTQ) conta com oito leitos e apresenta uma média de ocupação de 70%. São pacientes que raramente permanecem internados por menos de dez dias, sendo que alguns chegam a ficar até cinco meses no hospital devido à gravidade dos acidentes.

A UTQ do Hospital Tereza Ramos conta com uma equipe multidisciplinar composta por psicólogo, psiquiatra, fisioterapeuta, dentista, nutricionista e terapeuta ocupacional. Dependendo da necessidade do paciente, o médico responsável faz a prescrição do acompanhamento com a equipe multidisciplinar.

Continua após o anúncio

Carlos Alberto Suk, empresário de 42 anos e morador de Otacílio Costa, é um dos pacientes que foram atendidos pelo hospital. “Eu estava trabalhando na serraria com uma máquina quando ocorreu uma explosão. Sofri uma queimadura na mão direita, de segundo grau. Gostaria de agradecer à equipe do hospital, que me atendeu muito bem, sendo prestativa e me fornecendo explicações sobre o tipo de queimadura que eu sofri. Recebi tratamento adequado, desde a alimentação até a limpeza dos curativos”, agradece ele.

A enfermeira responsável pelo setor, Ariane Ferreira da Silva, explica que cada paciente possui protocolos específicos de atendimento de acordo com o grau da lesão. “Trabalho na UTQ há seis anos. O paciente tratado aqui na ala de queimados exige uma rotina bem específica de trocas de curativos e avaliações das lesões, alguns desses pacientes permanecem na unidade por meses”, explica.

Continua após o anuncio

Orientações sobre queimaduras

É importante ressaltar algumas orientações para casos de queimaduras. Elas podem ser classificadas em primeiro grau (superficial), segundo grau (parcial) e terceiro grau (em toda a espessura). As queimaduras de primeiro grau são caracterizadas por vermelhidão da pele, brancura quando pressionada, ausência de formação de bolhas, ardor e aumento da sensibilidade por até dois dias, e possível perda de pele em três a sete dias. Já as queimaduras de segundo grau apresentam formação de bolhas, ardor intenso e sensibilidade ao frio e ao vento na área queimada. As queimaduras de terceiro grau são caracterizadas por destruição da pele, cor variável (branca, vermelha, preta), superfície seca, exposição do tecido gorduroso e dor leve, uma vez que as terminações nervosas estão danificadas.

Continua após o anúncio

Para os primeiros socorros em casos de queimaduras de primeiro e segundo grau, é necessário remover a fonte de calor, resfriar o local com água fria, proteger a área queimada com gaze, lenço ou pano limpo e levar o paciente para atendimento médico. Já em casos de queimaduras de terceiro grau, é imprescindível remover a fonte de calor e procurar imediatamente atendimento médico.

Mitos sobre o tratamento

É importante destacar que em casos de queimaduras não se deve aplicar creme dental, pomada, ovo, manteiga, óleo de cozinha, gelo ou qualquer substância que não seja água fria no local afetado. Não se deve furar bolhas, remover pele morta, arrancar roupas grudadas na área queimada ou apertar o ferimento.

Para mais informações sobre as Unidades de Terapia de Queimados, entre em contato com a UTQ do Hospital Tereza Ramos em Lages, pelo telefone 49-3251.0022.

Mais informações para a imprensa:

Josiane Ribeiro
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde
(48) 99134-4078
[email protected]
www.saude.sc.gov.br

Fonte: Governo SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
Da redação do Portal SC Hoje News. DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99208.8844

Veja Mais

Mais Lidas

RECEITAS