- PUBLICIDADE GOOGLE-

ALERTA: Confira se o Bolsa Família terá reajuste em 2024 e saiba o valor dos pagamentos

 

O orçamento para 2024 está em elaboração pelo Governo Federal, e as expectativas em torno dos programas sociais são altas. No entanto, as primeiras indicações sugerem que não haverá reajustes nos valores destinados a esses programas, incluindo o Bolsa Família.

Mudanças em 2023 e Projeções para 2024

Continua após o anúncio

O Bolsa Família, em 2023, passou por transformações notáveis. Uma das principais foi a alteração no cálculo do valor da parcela regular, que passou a ser proporcional ao número de membros da família. Assim, desde junho de 2023, o valor mínimo garantido é de R$600,00, exceto em casos de descontos específicos.

Para 2024, espera-se que o valor do benefício continue seguindo a regra atual, ou seja, R$142,00 por membro da família, independentemente da idade ou relação familiar. Com base nisso, os valores projetados são:

Continua após o anuncio
  • Famílias com até quatro membros: R$600,00;
  • Famílias com cinco membros: R$710,00;
  • Famílias com seis membros: R$852,00;
  • Famílias com sete membros: R$994,00;
  • Famílias com oito membros: R$1.136,00;
  • Famílias com nove membros: R$1.278,00;
  • Famílias com dez membros: R$1.420,00.

Benefícios Adicionais Mantidos

O Bolsa Família também oferece benefícios adicionais, como o Benefício Primeira Infância e o Benefício Variável Familiar. Estes são destinados a famílias com crianças, adolescentes, gestantes e lactantes. Os valores atuais, que não devem sofrer reajuste, são:

Continua após o anúncio
  • Benefício Primeira Infância: R$150,00 para famílias com crianças de 0 a 6 anos;
  • Benefício Variável Familiar: R$50,00 para famílias com crianças e adolescentes de 7 a 18 anos, gestantes e lactantes.

Esses benefícios são cumulativos e podem ser pagos simultaneamente a uma mesma família, potencializando o valor total recebido.

Condições e Regras do Bolsa Família

Para ser elegível ao Bolsa Família, a família deve estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica e cadastrada no Cadastro Único (CadÚnico), com renda per capita de até R$218,00.

O programa também estabelece condições para garantir o acesso de crianças e adolescentes à saúde e educação. Entre as regras, destacam-se a frequência escolar mínima, acompanhamento nutricional e vacinação em dia. O descumprimento pode resultar em suspensão ou cancelamento do benefício.

Para manter-se informado e evitar surpresas, é essencial que os beneficiários tenham o aplicativo do Bolsa Família instalado e atualizado em seus celulares, pois ele notifica sobre possíveis irregularidades e traz novidades sobre o programa.

Gostou da notícia?

Você também pode gostar de: PENTE-FINO no Bolsa Família em Setembro: Dicas para não perder seu benefício

Aproveite para participar do nosso grupo no whatsapp e receba notícias exclusivas diariamente. ENTRE NO GRUPO AQUI é grátis, e você recebe em primeira mão as nossas notícias!

Siga o SC Hoje News no Google News para ficar bem informado.

Siga nosso perfil no Instagram: @schojenews

Siga nossa página no Facebook: @schojenews

Inscreva-se no nosso Canal no YouTube: @schojenews

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
Da redação do Portal SC Hoje News. DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99208.8844

Veja Mais

Mais Lidas

RECEITAS