Foto:Roberta Aline/ MDS
Continua Após a Publicidadade

 

O novo Bolsa Família atinge patamares inéditos em junho, de acordo com o decreto que regulamenta todos os benefícios. Pela primeira vez, o valor médio do benefício supera os R$ 700, chegando a R$ 705,40.

Além disso, os repasses do Governo Federal também atingem os maiores números já registrados, totalizando quase R$ 15 bilhões. Os pagamentos começaram nesta segunda-feira, dia 19 de junho, para os beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) terminando em 1, e seguirão até o dia 30.

Advertisements

O programa manteve o total de 21,2 milhões de famílias contempladas em maio, abrangendo mais de 54 milhões de pessoas. O aumento no valor médio, que em maio era de R$ 672,45, e nos repasses totais, que foram de R$ 14,1 bilhões no mês passado, é resultado da estreia de uma nova categoria no programa.

O Benefício Variável Familiar garante um adicional de R$ 50 a dependentes de sete a 18 anos e a gestantes que fazem parte da composição familiar. Em junho, cerca de 15,7 milhões de pessoas serão contempladas, com um repasse de R$ 766 milhões. Entre elas, estão 943 mil gestantes, totalizando R$ 46 milhões, e 14,8 milhões de crianças e adolescentes, com um investimento de R$ 720 milhões. Esses acréscimos garantem que 9,8 milhões de famílias beneficiárias do programa recebam mais recursos neste mês do que em maio.

O Bolsa Família, por conceito, garante o valor mínimo de R$ 600 mensais a cada beneficiário. Desde março, o programa também contempla o Benefício Primeira Infância, que oferece um adicional de R$ 150 a cada criança de zero a seis anos na composição familiar. Em junho, são 9,12 milhões de crianças nessa faixa etária, demandando um investimento de R$ 1,3 bilhão.

Em termos de regiões, o Nordeste concentra o maior número de beneficiários, com mais de 9,74 milhões de famílias recebendo um auxílio no valor médio de R$ 696,76. O investimento federal nos nove estados da região supera R$ 6,79 bilhões e chega a 1.794 municípios. Em seguida, está o Sudeste, com 6,32 milhões de famílias contempladas em seus 1.668 municípios, totalizando R$ 4,42 bilhões em repasses e um valor médio de R$ 700,26.

No Norte, são 2,58 milhões de famílias beneficiárias, recebendo um valor médio de R$ 740,37, o maior do país, distribuído nos 450 municípios dos sete estados da região, com um investimento de R$ 1,9 bilhão. O Sul conta com 1,42 milhão de famílias contempladas, recebendo recursos de R$ 1,01 bilhão, abrangendo 1.191 municípios e garantindo um valor médio de R$ 711,28.

Na Região Centro-Oeste, o programa beneficia 1,13 milhão de famílias, com um investimento federal de R$ 814,92 milhões. O benefício médio a ser pago nos 466 municípios dos quatro estados da região, além do Distrito Federal, é de R$ 721,16.

Ao analisar os estados individualmente, São Paulo é o estado com o maior número de famílias assistidas, alcançando 2,575 milhões, com repasses superiores a R$ 1,82 bilhão e um benefício médio de R$ 707,27. Em seguida, está a Bahia, com 2,569 milhões de famílias contempladas, um investimento superior a R$ 1,76 bilhão e um benefício médio de R$ 688,78. Apenas São Paulo e Bahia possuem mais de dois milhões de famílias beneficiadas em todo o país.

Outros seis estados têm mais de um milhão de famílias beneficiárias em junho: Rio de Janeiro (1,82 milhão), Pernambuco (1,67 milhão), Minas Gerais (1,61 milhão), Ceará (1,49 milhão), Pará (1,35 milhão) e Maranhão (1,23 milhão).

A predominância no Bolsa Família é de famílias monoparentais femininas com filhos, presentes em mais de 10,14 milhões de lares, o que representa 47,81% das famílias beneficiadas. No programa, 17,3 milhões de famílias têm como responsável uma mulher, o que corresponde a 81,5%. Em relação à raça ou cor, 40 milhões de pessoas beneficiárias se identificam como pretas ou pardas, totalizando 73,4% do total.

Gostou da notícia?

Você também pode gostar 

de: 1- INSS muda idade mínima para aposentadoria e surpreende brasileiros

Aproveite para participar do nosso grupo no whatsapp e receba notícias exclusivas diariamente. ENTRE NO GRUPO AQUI é grátis, e você recebe em primeira mão as nossas notícias!

Siga nosso perfil no Instagram: @schojenews

Siga nossa página no Facebook: @portalschoje

Inscreva-se no nosso Canal no YouTube: @schojenews

Continua Após a Publicidadade