Cíntia Domit Bittar, presidente do Sindicato da Indústria Audiovisual de Santa Catarina.FOTO: Bruno Collaço / AGÊNCIA
Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Cíntia Domit Bittar, presidente do Sindicato da Indústria Audiovisual de Santa Catarina.
FOTO: Bruno Collaço / AGÊNCIA AL

Continua após a publicidadade!

A injeção de mais de R$120 milhões provenientes da Lei Paulo Gustavo para o audiovisual catarinense aliado à instalação da Frente Parlamentar do Audiovisual foi destacado pela vice-presidente do Sindicato da Indústria Audiovisual de Santa Catarina, Cíntia Domit Bittar, na sessão ordinária da manhã desta quinta-feira ( 15) no Parlamento como um momento histórico e único para o setor em Santa Catarina.

“São duas iniciativas que representam uma oportunidade ímpar para Santa Catarina acontecer no cenário do audiovisual nacional e internacional”, disse Cíntia Bittar, que ainda é diretora da Associação das Produtoras Independentes do Audiovisual (API).

Continua após a publicidadade!

Em sua fala, a cineasta afirmou que o audiovisual faz parte do segmento de economia criativa, que produz riqueza e renda. “Somos uma indústria limpa, que não gera impactos ambientais, que gera seus próprios recursos e que mostra resultados mesmo em tempos de crise. ”

Alerta e apelo
Cintia solicitou apoio dos parlamentares no sentido de informar todos os 295 municípios catarinenses a respeito da injeção de recursos para o setor da cultura oriundos da Lei Paulo Gustavo. “Cada município tem que se atentar para não perder o prazo e apresentar o seu projeto para o MIC”, alertou, frisando a importância de ter um plano de ação para o setor. “Santa Catarina precisa retomar o seu pioneirismo “.

Continua após a publicidadade!

O deputado Marquito (PSOL), proponente da criação da Frente Parlamentar do Audiovisual, ecoou o alerta da cineasta. “ Temos que mobilizar todos os municípios catarinenses para que se atentem e respeitem o calendário e não percam os prazos”, avaliou, enaltecendo a importância do setor audiovisual no Estado. “Sua potencialidade econômica mobiliza os demais setores”, disse. No que concordaram os deputados Massoco (PL), Gerri Consoli (PSD) e Luciane Carminatti (PT). Presidente da Comissão de Educação e Cultura, a deputada Luciane fez questão de informar que vai aderir a criação da Frente Parlamentar do Audiovisual, proposta por Marquito. “ Estamos juntos nessa luta”, disse observando que o Ministério da Cultura do governo Lula está liberando o maior orçamento para o setor cultural brasileiro.

A Frente Parlamentar do Audiovisual ainda não tem data definida para ser instalada.

Importância
O audiovisual é um setor com grande impacto socioeconômico e potencial de retorno aos cofres públicos. Segundo um estudo recente da Spcine, uma empresa de cinema e audiovisual da Prefeitura de São Paulo, para cada R$ 1 investido na produção de um filme ou série na cidade, o retorno médio é de mais de R$ 20. Anualmente, são mais de 200 mil empregos diretos e quase 300 mil empregos indiretos gerados pelo setor. São R$ 3 bilhões pagos em salários fixos e mais R$ 4 bilhões pagos indiretamente em serviços movimentados pelo audiovisual.

Valquíria Guimarães
Agência AL

Fonte: Agência ALESC

Continua após a publicidadade!