Continua após a Publicidade

A partir do dia 20 de março, beneficiários do Bolsa Família terão acesso a um adicional no valor de R$ 150. O pagamento será destinado às famílias que possuem crianças com até 6 anos de idade.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Vale lembrar que em junho, outra parcela extra começará a ser paga, sendo esta de R$ 50 para gestantes e para crianças e jovens entre 7 e 18 anos.

Continua após a Publicidade

Adicional de R$ 150 começa a ser pago em março

O pagamento do valor extra será feito aos beneficiários que se enquadram nos requisitos. Para isso, o Governo Federal vai verificar os dados das famílias contempladas no Cadastro Único (CadÚnico). O novo repasse tem o fim de ajudar com as despesas dos menores.

Assim, quando a criança fizer sete anos, ela deixará de receber a parcela de R$ 150 para ganhar o valor mensal de R$ 50. O intuito é transferir para a família uma renda proporcional a quantidade de membros e suas necessidades.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o investimento do pagamento do benefício é de R$ 14,5 bilhões, só este mês. Lembrando que o governo tem o teto de R$ 175 bilhões para o Bolsa Família. O valor em questão teve definição no orçamento aprovado no final de 2022.

Novas famílias serão incluídas no programa

Ainda segundo informações do governo, neste mês, 694.245 famílias passaram a fazer parte do Bolsa Família. Estas já preenchiam os requisitos e estavam inscritas no Cadastro Único. Dessa forma, cerca de 8,9 milhões de crianças entre zero e seis anos receberão R$ 150.

Já para o mês de junho, a expectativa é que 820 mil gestantes passem a receber R$ 50 a mais até a data de nascimento de seus filhos. Do mesmo modo, serão contemplados com o valor 15 milhões de crianças e adolescentes de 7 a 18 anos.

Por fim, é importante lembrar que governo federal também deixará de pagar o Bolsa Família para 1.479.916 famílias. Isso ocorre porque elas não se enquadram mais nos critérios de elegibilidade do programa social.

Neste contexto, de acordo com os dados:

  • Cerca de 1 milhão de cadastros foram excluídos por inconsistências nos requisitos do programa, como a renda per capita superior ao limite estabelecido;
  • Outras 393,5 mil famílias foram retiradas do Bolsa Família por não cumprirem com as regras referentes ao cadastro unipessoal;
  • Por fim, 4,1 mil saíram da iniciativa do governo de forma voluntária.

Como será o processo de atualização do cadastro?

Ainda segundo a pasta, será preciso agendar a atualização do cadastro. Entretanto, este será um trabalho dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS). Eles deverão fazer o agendamento e convocar os beneficiários. Cerca de 12 mil pessoas foram contratadas para reforçar o atendimento nesses locais.

Diante esse esforços, quem não comparecer será bloqueado no prazo de dois meses. Todavia, quem se dirigir ao local de regulamentação continuará sendo pago normalmente. Contudo, se for constatado que o beneficiário não tem direito ao Bolsa Família, o pagamento será cancelado imediatamente.

Calendário do Bolsa Família – Março

Confira as datas de pagamento deste mês:

  • NIS final 1: 20 de março;
  • NIS final 2: 21 de março;
  • NIS final 3: 22 de março;
  • NIS final 4: 23 de março;
  • NIS final 5: 24 de março;
  • NIS final 6: 27 de março;
  • NIS final 7: 28 de março;
  • NIS final 8: 29 de março;
  • NIS final 9: 30 de março;
  • NIS final 0: 31 de março.

 
Gostou do texto? Deixe seu comentário no final da página.
 

Veja o que é sucesso na Internet:

Continua após a Publicidade