Continua após a Publicidade
A ampliação das salas multimeios implica em ofertar um melhor atendimento aos mais de dois mil estudantes com deficiência, transtorno do espectro autista – TEA e altas habilidades/ superdotação, matriculados na rede municipal de ensino da Capital, que necessitam receber o Atendimento Educacional Especializado (AEE). 
 
Ao todo, agora estão em funcionamento 66 salas multimeios, que estão no processo de estruturação com equipamentos, como notebooks, e recursos pedagógicos de acessibilidade, além de professores de educação especial e auxiliares para crianças e estudantes que necessitam de acompanhamento.
Há ainda professores e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e profissionais que atuam no Centro de Apoio Pedagógico e Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual – CAP.
 
Segundo o secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira, o objetivo desse aumento é assegurar e avançar ainda mais na promoção da educação inclusiva nas unidades educativas municipais, acolhendo assim todas as crianças que precisam de atendimento especializado.
 
Confira quais unidades educativas passam a contar com as salas multimeios:
 
Norte: 
NEIM Clair Gruber de Souza – Canasvieiras
EBM Professora Zulma Freitas de Souza – Ratones 
 
Leste:
NEIM São João Batista- São João do Rio vermelho 
EBM Antônio Paschoal Apóstolo – Rio Vermelho
 
Continental:
NEIM Júlia Maria Rodrigues – Jardim Atlântico 
NEIM Paulo Michels – Sapé 
 
Central: 
NEIM Celso Ramos – Centro 
NEIM Fermínio Francisco Vieira – Córrego Grande 
 
Sul: 
NEIM José rodrigues Willamil – Tapera
NEIM Poeta João da Cruz e Sousa – Morro das Pedras

galeria de imagens


Fonte: Prefeitura de Florianópolis

Continua após a Publicidade