Presidente do TRF4 acompanha implantação de sistema cedido à Alesc

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador Ricardo Teixeira do Valle Pereira, esteve no Palácio Barriga Verde, sede da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (23). A visita do desembargador marcou a implantação na Alesc do Sistema de Gestão Administrativa e Financeira (Geafin), desenvolvido pelo TRF4 e cedido gratuitamente ao Parlamento catarinense.

O Geafin foi criado com o propósito de otimizar o processo de compra, distribuição e registro de materiais utilizados nos órgãos públicos, como cadeiras, mesas, materiais de escritório, e outros insumos. O sistema também possui funcionalidades úteis para a gestão de contratos e de patrimônio. Na Alesc, vai substituir a ferramenta até então em uso, adquirida da iniciativa privada.

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

“O Geafin vai trazer para nós celeridade na tramitação dos processos, maior facilidade de consulta aos procedimentos, de certificação de estoque, almoxarifado, e isso tudo aliado a uma economia grande de recursos públicos. Cada sistema eletrônico que os órgãos públicos utilizam é muito custoso para a Administração Pública. Então, o TRF4 cede para nós gratuitamente, a nossa área de Tecnologia da Informação (TI) adequa à realidade da nossa Casa, e com uma gestão compartilhada de desenvolvimento, conseguimos agregar funcionalidades ao sistema que podem também ser aproveitadas por outros órgãos públicos”, antecipa o diretor-geral da Assembleia Legislativa, André Luiz Bernardi.

Entre as vantagens da utilização da nova ferramenta está o fato de que ela funciona em integração com o Sistema Eletrônico de Informações (SEI), já implementado no Parlamento e também desenvolvido pelo TRF4, que virtualizou os procedimentos administrativos, dispensando o uso do papel.

Parceria
Para o desembargador Ricardo Teixeira do Valle Pereira, a parceria entre o TRF4 e a Alesc para a cessão de uso de sistemas informatizados é algo natural. “Já temos uma parceria de longa data com a Assembleia Legislativa. A cessão de sistemas faz parte desse ambiente de cooperação. Cedemos o SEI, cedemos agora o Geafin, e esperamos que essa parceria continue daqui adiante”, comentou.

Sobre as vantagens do Geafin, o desembargador destaca que “é um sistema moderno, de fácil utilização, que concentra todo o controle de materiais de patrimônio integrado com o SEI. Isso possibilita uma gestão ágil, moderna, fácil, acessível a todos os usuários, com integração entre os demais sistemas.”

Adequações
O acordo entre a Alesc e o TRF4 para a cessão de uso do Geafin foi assinado no final de 2021. Desde então, a equipe de TI da Assembleia Legislativa atuou para adaptar as funcionalidades do sistema à realidade e às necessidades do Parlamento catarinense. Também foi criado um grupo de trabalho formado por servidores da Casa para acompanhar a implantação da ferramenta.

O coordenador do grupo, Nelson Henrique Moreira, destacou que um dos principais benefícios da utilização do Geafin é a economia de recursos públicos. “A Alesc tinha um custo com o sistema antigo, e agora não vai ter mais”, disse.

Fonte: Agência ALESC

Continua após a Publicidade