Berlanda reafirma compromissos com o varejo e o Planalto Serrano

Continua após a Publicidade

Reeleito deputado estadual em outubro passado com 41.488 votos, Nilso Berlanda exercerá o segundo mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, a partir de 1º de fevereiro. O parlamentar, que esteve em outras ocasiões na Alesc na condição de suplente, reafirma os compromissos de ser representante do varejo e do Planalto Serrano.

“Quero agradecer aos 41.488 catarinenses que votaram em mim. Isso demonstra que fizemos um mandato em que os catarinenses aprovaram a continuidade. Temos a responsabilidade de representar a indústria, o varejo. Agradeço também à região do Planalto Serrano, em especial Curitibanos. Vamos trabalhar pela região Serrana, mas também pelos outros municípios, já que recebi votos em 287 cidades.”

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

A defesa do tradicionalismo gaúcho e a ressocialização dos internos do sistema prisional por meio do trabalho também estão as metas do deputado para o novo mandato. “Com a experiência que adquiri nesse mandato, vamos participar ainda mais, brigando pelo varejo, pela indústria, pelo bem-estar catarinense.”

Berlanda quer atuar para auxiliar o futuro governador de Santa Catarina na aprovação dos projetos importantes para o estado. “Sei que o Jorginho [Mello] está preparado para o cargo, porque conhece Santa Catarina e tem uma grande história como político. Ele vai fazer um grande governo, voltado para os catarinenses. Nós seremos soldados, junto com ele, para governar para todos, não esquecendo nenhuma cidade.”

Trajetória
Nascido no então distrito de Nova Itaberaba, que pertencia ao município de Chapecó, Nilso José Berlanda tem 61 anos e é empresário.  Sua trajetória profissional é marcada pelo empreendedorismo. Ele é fundador e sócio da Berlanda, tradicional rede de lojas de móveis e eletrodomésticos, com sede em Curitibanos e quase 200 unidades em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

O empresário também é um dos pioneiros na parceira com o Estado visando à ressocialização de detentos por meio do trabalho. Para isso, mantém uma indústria de móveis no presídio de São Cristóvão do Sul, que utilizada mão de obra dos internos.

Na área política, foi secretário de Desenvolvimento Regional de Curitibanos por mais de três anos, durante o segundo mandato de Luiz Henrique da Silveira. Em 2004, foi candidato a vice-prefeito de Curitibanos. Em 2006, disputou, pela primeira vez, a eleição para a Alesc, e ficou na condição de suplente, o que se repetiu em 2010 e 2014.

Em 2012, como suplente, assumiu, pela primeira vez, uma cadeira no Parlamento. Permaneceu na Alesc durante quase toda a Legislatura 2015-2019. Na eleição de 2018, com 28.975 votos, conquistou o mandato como titular. Em 2021, foi eleito 1º vice-presidente da Alesc e ocupou a Presidência da Casa por uma semana, em outubro do mesmo ano.

Fonte: Agência ALESC

Continua após a Publicidade