Após três anos sem reajuste, tarifa de ônibus é corrigida abaixo da inflação do período

Continua após a Publicidade

A partir de 1° de janeiro de 2023, o transporte coletivo urbano de Joinville passará a operar com os valores de R$5,25 para a tarifa antecipada e R$5,50 para a tarifa embarcada (modalidade utilizada por apenas 5% dos passageiros). O reajuste representa aproximadamente metade do percentual de inflação dos últimos três anos, período no qual a tarifa não foi corrigida.

A necessidade de reajustar o valor da passagem se deve pela queda no número de passageiros e aumento de custos variáveis acima da inflação, o que gera um desequilíbrio financeiro entre as receitas e os custos do sistema. Esse fato faz com que a Prefeitura de Joinville realize mensalmente aportes financeiros para manter o transporte coletivo em funcionamento, que este ano tem a projeção de superar os R$29 milhões.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Situação em outras cidades

Esta mesma realidade foi percebida em diversos municípios do País. A Prefeitura de Curitiba, por exemplo, reajustou a passagem em 22%, passando a custar R$5,50. No início deste mês, Blumenau também aplicou aumento, reajustando a passagem antecipada para R$5,30 e a embarcada para R$6,00. Em Araquari, cidade vizinha de Joinville, o valor da tarifa é de R$5,55.

Queda no número de passageiros

Considerando o número estimado anual de passageiros do transporte coletivo, a projeção de 2022 mostra uma queda de 36% na utilização do sistema. Em 2019, foram 35,3 milhões de usuários, enquanto para 2022 projeta-se 25,8 milhões, uma redução de 9,5 milhões de passageiros.

A comparação mês a mês mostra uma diferença relevante na utilização do transporte coletivo de Joinville. Em janeiro de 2019, 2,4 milhões de passageiros utilizaram o ônibus como meio de transporte. No mesmo mês de 2022, este número caiu para 1,4 milhão, uma queda de 38,16%.

Aumento no número de viagens

Outro dado que deve ser considerado é o aumento do número de viagens oferecidas, contemplando as regiões que estavam descobertas em função da redução de linhas durante a pandemia e as viagens aos finais de semana.

Uma comparação entre janeiro e novembro de 2022 aponta que 29,3 mil viagens que deixaram de ser realizadas no período da pandemia voltaram a ser feitas por mês, um incremento de 27%.

Preparação do processo licitatório

Segue em elaboração o trabalho contratado pela Prefeitura de Joinville junto à Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) para estabelecer a modelagem a ser adotada pela cidade para o processo licitatório que será realizado.

Atualmente, os profissionais da FIPE realizam a análise detalhada da legislação municipal relacionada ao transporte coletivo. Paralelamente, está sendo conduzido um estudo com base na pesquisa realizada com os usuários e na coleta das informações do sistema.

Tarifa de Limpeza Urbana terá reajuste abaixo da inflação

Também foi informado o valor da Tarifa de Limpeza Urbana (TLU) para o exercício de 2023, que será reajustado em 6,81%.

Esta revisão está prevista no contrato de prestação deste serviço, que em sua última renovação estabeleceu que o reajuste será sempre 5% abaixo do acumulado da inflação.

O percentual considerado foi o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período de outubro de 2021 a setembro de 2022, mesmo intervalo utilizado para o IPTU.

Fonte: Prefeitura de Joinville

Continua após a Publicidade