Fapesc e Acafe vão investir R$ 3,9 milhões nos grupos de pesquisas 

Continua após a Publicidade

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e a Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe) vão investir R$ 3,9 milhões nos grupos de pesquisa de nove Instituições de Ensino Superior (IES). 

O Programa de Ciência, Tecnologia e Inovação de Apoio aos Grupos de Pesquisa da Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe) foi lançado na terça-feira, 13 de dezembro, durante a posse da reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, e do reitor da Uniplac, Kaio Henrique Coelho do Amarante, para os cargos de presidente e vice, respectivamente, da associação. 

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

O objetivo é apoiar propostas de pesquisa científica, tecnológica e de inovação de pesquisadores vinculados a grupos de pesquisa certificados pelas IES associadas à Acafe, contribuindo para o fortalecimento da pesquisa nestas instituições e para o desenvolvimento econômico sustentável e melhoria da qualidade de vida dos catarinenses.

Primeiro, as IES já podem lançar editais internos para submissão, avaliação, classificação e seleção das pré-propostas de projeto de pesquisa, permitindo a ampla participação e isonomia. Posteriormente, as propostas selecionadas precisam ser submetidas na plataforma da Fapesc, entre 3 e 17 de abril de 2023. 

São as seguintes IES que fazem parte da chamada pública: Unesc, Uniarp, Unibave, Unidavi, Uniplac, Univali, Univille, Unochapecó e Unoesc. 

“É um programa de apoio a grupos de pesquisa com todas as universidades do Estado de Santa Catarina”, explica o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen. “A parceria com a Acafe vai fomentar a pesquisa e o desenvolvimento de soluções para as demandas da sociedade catarinense. Temos uma expectativa muito positiva desse programa. A capilaridade do sistema Acafe vai permitir termos pesquisas em diversas regiões do estado.”

Clique aqui para ter acesso ao edital 

Programas de internacionalização

Durante a cerimônia de posse da Acafe, a reitora Luciane Bisognin Ceretta e o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, assinaram um Memorando de Entendimento. 

A partir deste documento, serão elaborados ações e programas de internacionalização visando a interação das universidades, centros de inovação, incubadoras de empresas, parques científicos, tecnológicos, e de inovação, organizações e instituições de outros países para criar modelos de gestão, ensino, pesquisa, inovação, cooperação e interação, permitindo sua aplicação nas práticas das instituições de Santa Catarina no enfrentamento de novos desafios regionais, nacionais e mundiais, na formação de talentos, geração de conhecimento e solução de demandas da sociedade.

Este ato é um desdobramento da Missão Japão/Singapura 2022, quando representantes das instituições de ensino catarinense visitaram os países asiáticos. 

“Esta assinatura dá continuidade ao programa de internacionalização de CTI que a Fapesc opera em Santa Catarina e que assinamos com o Sistema Acafe e com todas as universidades comunitárias públicas do estado de Santa Catarina”, explica Holthausen. “A ideia é que a partir dos contatos realizados e das ações visualizadas na missão possamos, através de ações conjuntas, formar novas parcerias, acordos, gerar mobilidades de pesquisadores, estudantes e professores. E também conectar nossos ambientes de inovação, nossos centros de inovação, nossas incubadoras, nossos grupos de pesquisa das universidades juntos com esses ecossistemas maduros e gerar parcerias para a inovação, novas patentes e pesquisas conjuntas”, avalia Holthausen. 

Mais informações para a imprensa:

Maurício Frighetto
Assessoria de Imprensa
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC – Fapesc
E-mail: [email protected]
Telefone: (48) 99932-4209
Site: www.fapesc.sc.gov.br

Fonte: Governo SC

Continua após a Publicidade