Aprovado projeto de lei que institui o Título Padre Anchieta a catarinenses

Continua após a Publicidade

Nesta terça-feira (20) foi aprovado, na ordem do dia, o PL 12/2021, de autoria da deputada Ana Campagnolo (PL), que institui o Título Padre Anchieta a ser concedido aos professores e alunos dos estabelecimentos públicos estaduais catarinenses de ensino fundamental e médio e adota outras providências.

O projeto, protocolado em 3 de fevereiro de 2021, foi aprovado por unanimidade na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Campagnolo justificou que o “Projeto de Lei pretende, por meio de honraria, estimular uma maior dedicação de parte dos docentes das escolas públicas estaduais de ensino fundamental e médio e agraciá-los pelo esmero na prestação de um serviço público de boa qualidade, bem como incentivar os alunos ao estudo e brindá-los pelos bons resultados apresentados durante o período letivo e, com isso, formar bons cidadãos e profissionais competentes que contribuirão para um maior desenvolvimento do nosso Estado. O projeto decorre da preocupação com os resultados constrangedores do ensino em nosso país, mostrados pelos índices dos rankings mundiais, em cujo cenário está contido o Estado catarinense, embora, nesse caos, encontra-se entre os melhores. Além disso, almeja reconhecer, por meio de homenagem, o professor ou o aluno que contribuir com a educação ou com a ciência através da inovação, invenção ou de qualquer outra forma digna de reconhecimento.”

Fonte: Agência ALESC – Gabinetes

Continua após a Publicidade