Programa da Prefeitura de Joinville combate cultura do fracasso escolar e forma 267 alunos

Continua após a Publicidade

Com a chegada do fim do ano letivo, turmas de adolescentes em todos os bairros de Joinville celebram um momento especial da trajetória escolar: a conclusão do 9º ano e a formatura do Ensino Fundamental. Para 267 estudantes, esta festa e o encaminhamento para o Ensino Médio poderiam estar muito mais distantes se não fosse a criação do Programa Tempo de Avançar, iniciado em 2022 pela Secretaria de Educação de Joinville.

O programa nasceu com o objetivo de oferecer turmas de “correção de fluxo” para reduzir as taxas de distorção idade-série entre os alunos dos Anos Finais da Rede Pública Municipal de Joinville e, com isso, garantir que todos estejam com a idade adequada à série que frequentam na escola. A distorção de idade em relação à série geralmente é causada por duas ou mais reprovações ou por um período de abandono escolar, e com frequência leva à desistência dos jovens antes de concluírem a Educação Básica.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Além de oferecer percursos formativos que os possibilitam aprender conteúdo de dois anos ao longo de um ano letivo, as aulas têm uma abordagem metodológica focada em valorizar os diferentes saberes, com muitas aulas práticas e momentos para debate, de forma a tornar a aprendizagem mais atrativa, estimular as reflexões e levar os alunos a começarem a pensar em seu projeto de vida.

“Quando a gente os leva para uma nova abordagem metodológica, eles despertam o interesse pelo aprendizado, se comprometem com os estudos e conseguem atingir resultados tão bons quantos os alunos que não tiveram reprovações. O programa visa combater essa cultura de achar que um aluno não é capaz por causa de seu contexto familiar ou social, mas dar a esses alunos a oportunidade que eles merecem, com o apoio que eles precisam para se tornarem tudo aquilo que podem ser”, afirma o secretário de Educação, Diego Calegari.

Neste ano, o Tempo de Avançar foi implementado em nove escolas-pólos, para contemplar as regiões de Joinville onde havia mais necessidade de criação de turmas. No total, 594 alunos foram atendidos em 29 turmas. Para 2023, será ampliado em duas novas escolas-pólo, com expectativa de atender até 660 alunos.

Aluna conquista bolsa de estudos integral em escola particular

Todos que convivem com Jancyele Souza Dias, 15 anos, podiam ver o potencial da adolescente. Os professores da Escola Municipal Nelson de Miranda Coutinho, no Jarivatuba, enxergavam a capacidade da menina desde que ela chegou da Bahia para viver com a mãe em Joinville, há seis anos; e a mãe, Josenice, nunca desistiu de dar boas oportunidades de educação à filha. A inteligência e o talento, no entanto, contrastavam com os problemas de comportamento que a levavam quase diariamente à sala da orientação escolar.

“Eu era muito elétrica, bagunçava na sala, e vivia indo para a secretaria. Até que veio a pandemia e, como a minha mãe trabalhava na limpeza de dois hospitais, eu precisei ir para a Bahia ficar com minha família. Lá eu não conseguia fazer as atividades da escola e reprovei de ano em 2020”, recorda a menina.

Deixar a turma regular e ingressar em um projeto novo, com colegas que ela ainda não conhecia, não foi fácil. Mas a metodologia diferente e a participação nas atividades oferecidas aos alunos fizeram com que a adaptação ficasse mais fácil e, principalmente, houvesse um resgate da autoestima

“No começo do ano, éramos só um agrupamento de pessoas. Hoje somos uma equipe. Demos força aos outros nos momentos difíceis. Fomos nós que representamos a escola diversas vezes, inclusive na Olimpíada de Matemática. Podemos olhar e dizer: esse foi o melhor ano que tivemos”, recorda ela.

Para o futuro, aliás, as perspectivas de Jancyele são de grandes conquistas. Ela passou na prova para o Ensino Médio Técnico do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e para receber uma bolsa integral para uma escola particular de Joinville. Escolheu a escola particular e agora divide o tempo entre estudar ainda mais para chegar preparada na nova escola e sonhar com um futuro onde cabem intercâmbio internacional, faculdade e uma carreira de sucesso

Fonte: Prefeitura de Joinville

Continua após a Publicidade