Paulinha vai intensificar defesa do municipalismo, feminismo e meio ambiente

Continua após a Publicidade

A ex-prefeita de Bombinhas, Ana Paula da Silva, a Paulinha (Podemos), como é carinhosamente conhecida por seus eleitores, foi reeleita nas eleições de outubro deste ano com 58.694 votos, afirma que vai intensificar neste novo mandato as bandeiras em defesa do municipalismo, das causas feministas e do meio ambiente. “Vamos continuar com um olhar mais atento ao clamor da sociedade em pautas que são importantes para Santa Catarina, priorizando o atendimento aos prefeitos e vereadores que a gente já vem realizando neste primeiro mandato e neste curso vamos seguir olhando para os cidadãos catarinenses.”

Reforçou que a meta principal é seguir no projeto em defesa do municipalismo, atendendo os pequenos municípios catarinenses, além de atuar com mais força em defesa das causas das mulheres catarinenses. “Com a redução da Bancada Feminina na Alesc, meu compromisso e da deputada Luciane Carminatti (PT) se multiplica na defesa das causas feministas, das mulheres. Então nosso mandato vai ter muito calor neste sentido, de promover espaços com mais equidade para as mulheres.”

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

A deputada salienta que devido aos eventos climáticos a pauta ambiental também será uma de suas bandeiras. “As pautas ambientais também terão mais fôlego neste novo mandato e, claro, a gente vai procurar arbitrar junto com o Parlamento uma melhor relação possível com o novo governo estadual para que a gente mantenha um processo de distribuição de recursos para as cidades e obras efetivas que tiveram início no governo Carlos Moisés (Republicanos)”

Em relação ao governador eleito, Jorginho Mello (PL), a deputada lembra que neste primeiro mandato ela chegou ao Parlamento pelo PDT, junto com o deputado Rodrigo Minotto, mas com o rompimento partidário acabou numa situação solitária nas tomadas de decisão em relação ao governo estadual. “Agora estou numa bancada com três deputados (Camilo Martins e Lucas Neves), e o nosso objetivo com o novo governo será de construir, de auxiliar.”

Paulinha diz o senador Jorginho Mello foi escolhido pela população catarinense e por isso merece crédito para o início de seus trabalhos e que naquilo que tiver concordância no Parlamento estará junto. “Sem problemas, pensando no cidadão catarinense. Não vamos fazer oposição radical, o que não combina com a gente, e sim um papel de independência, de postura reta e colaborar com o estado.”

Trajetória política
Paulinha é natural de Florianópolis, mas cresceu em Bombinhas. Milita desde os 13 anos nos movimentos sociais e estudantis, chegando à presidência estadual da Juventude Socialista do PDT e à secretaria geral do PDT em Santa Catarina, além de ter sido dirigente nacional da organização de Juventude do PDT, por dois mandatos, no Rio de Janeiro.

Foi diretora nacional de qualificação no Ministério do Trabalho e Emprego, em Brasília, por três anos e meio, destacando-se na construção do Pronatec, que é o maior programa de qualificação do Brasil, e no engajamento na criação de políticas de qualificação e inserção laboral para pessoas com deficiência.

Foi assessora especial de Secretaria do Estado de Administração do Rio de Janeiro, onde coordenou programas de qualidade no serviço público. Em Bombinhas, depois de comandar a Secretaria Municipal de Administração por quatro anos, foi a primeira vereadora mulher eleita no município, em 2004.

Em 2012 foi a primeira mulher eleita prefeita em Bombinhas, com 3.016 votos. Em 2016 foi reeleita com 7.802 votos (72,93% dos votos válidos). No período como prefeita presidiu a Amfri, associação que congrega os 11 municípios da região do Rio Itajaí, em 2014 e 2017.

Em 2018 foi eleita deputada estadual pelo PDT, com 51.739 votos, conquistando a quinta maior votação entre os 40 deputados eleitos. Em março de 2022, após ter militado por 32 anos no PDT, a deputada se filiou ao Podemos.

.

Fonte: Agência ALESC

Continua após a Publicidade