Aprovado PL que permite tratamento oral domiciliar a pacientes oncológicos

Continua após a Publicidade

Hospitais, maternidade e clínicas médicas, públicas ou privadas, e durante períodos especiais, serão obrigados a disponibilizar tratamentos antineoplásicos domiciliares de uso oral aos pacientes oncológicos em Santa Catarina. A proposta do deputado Sargento Lima (PL) foi aprovada nesta quinta-feira (15) pelo plenário da Assembleia Legislativa. Agora, o projeto de lei segue para sanção do governo.

A matéria estabelece que esta facilidade aos pacientes ocorra em períodos especiais: quando o Estado estiver em situação de emergência, calamidade ou voltar a enfrentar epidemias ou pandemias, como a da Covid-19.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Sargento Lima entende que a medida protegerá o paciente, já debilitado pela doença. Ao receber a medicação oral em casa, será evitado o deslocamento e um possível contágio viral.

Fonte: Agência ALESC – Gabinetes

Continua após a Publicidade