Feira Natal Feito à Mão traz novas opções de presentes com foco na sustentabilidade

Continua após a Publicidade

A Feira Natal Feito à Mão entra em sua segunda semana com novos expositores. A cada semana, diferentes artesãos expõem seus trabalhos no térreo do Centreventos Cau Hansen, no Centro de Convenções Alfredo Salfer. Até o dia 22 de dezembro, entre 16h e 22h, é possível visitar o local e fazer compras.

É o caso de Verena Neitzel, em sua primeira participação na feira, ela trouxe sachês aromáticos com ervas naturais, que podem ser colocados no closet, em gavetas ou como decoração. Verena expõe também enfeites para árvore de Natal, guirlandas com ervas naturais, bolsas com material reciclável, sacos de presente reutilizáveis.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

“Quando as pessoas se interessam pelo meu trabalho e param para conversar, eu tento despertar atenção para esse lado ecológico. Meus produtos são feitos à mão, com material reutilizável, de forma correta e para durar”, explica Verena.

Angélica Einhardt faz patchwork em jogos de banheiro, tapetes, trilhos de Natal e jogos americanos impermeáveis. “Já participei da feira ano passado e foi muito bom. Também participo de iniciativas do Siop e acho muito importante para Joinville ter isso para o pequeno empreendedor”, conta Angélica.

Quem mostra seus produtos pela primeira vez na feira também é Maria Aparecida. Ela trabalha com ecoprint, recupera roupas de brechó com tingimento feito com plantas. Usa para tingir desde água da cebola, folhas aplicadas nas peças e tudo ganha outra cara.

“É uma técnica utilizada antes da indústria têxtil. Trago peças da Itália onde morei por mais de 25 anos e para mim é uma recuperação de identidade e também pela natureza”, conta Maria Aparecida Rodrigues.

A artesã Tainará Borba expõe bonecas de pano humanizadas. Elas são articuladas, com traços bem reais e ainda é possível trocar de roupa, sapato, arrumar o cabelo e até colocar brinco. No estande, também tem bolsas de crochê e chaveiros em malha.

Esse viés ecológico é visto em muitos estandes. Fátima Brício faz acessórios com sementes e fibras naturais. A paraense que mora há 4 anos em Joinville, traz a matéria-prima de seu estado natal. Tem colares, brincos e pulseiras com jarina (considerada o marfim da Amazônia), fibra de buriti, de palmeira, semente de açaí e paxiúba. “É tudo único e remete a nossa floresta Amazônica”, diz Fátima.

Outra expositora é Mariane Schuster que usa madeira reciclada do resíduo da indústria moveleira para criar acessórios. São brincos, colares e pulseiras feitos com madeira e pintados a mão.

O artesanato mudou a vida de outra expositora da feira. Juliana trabalhava na área comercial de uma indústria e há um ano o que era passatempo virou um negócio. Com macramê, ela faz luminárias, arcos de cabelo, porta-guardanapos, miniguirlandas, suporte para plantas, árvores de Natal.

“Participar dessa feira é ótimo porque divulga o trabalho, a marca, temos contato com outros empreendedores o que agrega conhecimento. Participei do JoinCubo e foi maravilhoso. São muitas informações para empreender, como administrar, como crescer, como divulgar”, conta Juliana Roseti.

A Feira Natal Feito à Mão é organizada pelo coletivo de empreendedores do Fórum de Economia Solidária do Norte Catarinense e conta com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, por meio do Serviço de Incentivo às Organizações Produtivas (Siop), vinculado ao Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores (Cepat)

Fonte: Prefeitura de Joinville

Continua após a Publicidade