Presídio Regional de Tijucas promove formatura para 35 apenados

Continua após a Publicidade

A solenidade de formatura realizada na manhã desta terça-feira, 13, no Presídio Regional de Tijucas, foi como um rito de passagem para 35 internos. Com a presença de familiares, o grupo de apenados recebeu certificado de conclusão de curso. Além dos formandos no ensino médio e fundamental, pela primeira vez, três internos receberam o diploma de curso superior. A cerimônia também contou a presença da Associação Musical União Tijuquense (Asmut), entidade que trabalha a música como ferramenta de ressocialização. Além dos internos formandos, o evento também recebeu os familiares, autoridades e convidados.

A oferta de vagas de trabalho e a possibilidade de retomar os estudos são pilares da Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP), pois são fundamentais para a reabilitação social e econômica dos internos do sistema prisional catarinense. Prova disso é que há aproximadamente 8 mil presos trabalhando em atividade laboral qualificada e outros 11,5 mil estudando sendo 3,5 mil na educação formal e outros 8 mil no Programa Despertar Pela Leitura.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Visivelmente emocionado, o orador da turma, interno que concluiu o curso de Marketing ministrado na modalidade EAD pela Facvest, destacou que a vitória era particular, mas a luta por dias melhores é de todos. “O que alcançamos hoje é uma pequena amostra de onde podemos chegar, pois talento somado ao amor significa prosperidade. Se antes era só escuridão, hoje vemos uma luz no horizonte. Superem suas dificuldades”, enfatizou o orador, que teve a identidade preservada.

Natural de Tijucas e ex-diretor da unidade, o secretário de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP), Edemir Alexandre Camargo Neto, disse que a educação é um ponto de transformação, mas que ela ocorra é preciso que haja a integração de todas as instituições. “Hoje o que vemos aqui é resultado da união da Defensoria Pública, do Ministério Público, do Poder Judiciário, da Associação Comercial de Tijucas, da OAB, dos professores e de todos os policiais penais e técnicos que participaram desta jornada”. O titular da SAP enfatizou que é preciso cada vez mais criar oportunidade para os internos voltem melhores para o convívio social. “A decisão é pessoal, mas temos que promover e estimular cada vez mais ações que promovam a reflexão e a mudança.”

Edemir Alexandre Camargo Neto lembrou que o modelo que atividade laboral e de ensino já foi apresentado em Portugal, Inglaterra e Estados Unidos e, com frequência, equipes formadas por servidores de outros estados vêm a Santa Catarina conhecer a estrutura e os projetos em andamento no sistema prisional catarinense. “Agradeço também a toda a equipe de policiais penais, técnicos, professores e familiares, todos fundamentais na reabilitação social. O futuro depende de cada um de vocês”, concluiu o secretário, dirigindo-se aos formandos.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

O juiz corregedor da Comarca de Tijucas José Adilson Bittencourt disse que era a primeira vez que ia numa solenidade formatura em um presídio. “Um dia muito interessante porque a educação é primordial na vida de qualquer cidadão.” O magistrado destacou o papel dos professores na sociedade. “Sem vocês não chegaríamos a lugar algum”.

Prefeito de Tijucas e professor por formação, Eloi Mariano Rocha parabenizou a unidade prisional pelo respeito às pessoas. “A vida é a soma das nossas decisões e, se em algum momento, não fizermos a escolha certa é preciso mergulhar no conhecimento. Antes de tomar uma atitude lembrem-se sempre que tem muita gente torcendo por vocês”, disse.

O policial penal Carlos Raulino Junior, diretor do Presídio de Tijucas, enfatizou que muitos caminhos levam ao crime mas só o trabalho e a educação podem fazer o interno voltar a trilhar o caminho do bem. “Agradeço a equipe do Presídio de Tijucas pelo envolvimento não só nesta solenidade, mas no enfrentamento às chuvas que não mediram esforços e se mobilizaram para ajudar toda a comunidade”, disse Carlos Raulino Junior.

Representando a equipe docente, o professor Luciano de Castro Barasuol disse ao longo da caminhada surgem muitos obstáculos, o que torna a jornada cansativa. “Mas vocês foram persistentes e chegaram até aqui. Lutem pelo caminho do bem, plantem um futuro próspero. Vivam e façam a diferença na vida daquelas pessoas que encontrarem pelo caminho”, aconselhou.

No final do evento também foi inaugurada a Sala da OAB do Presídio de Tijucas para dar conforto aos advogados e celeridade no atendimento aos internos.

Também participaram do evento, promotora Isabela Ramos, coordenadora do Polo Ead – Tijucas, da Unifacvest, Jussara Marti, Diretor do Ceja, Paulo Sergio Batista ; Presidente da OAB/Tijucas; Priscilla Pimentel Feller; Representante da Presidência da OAB/SC, Marcos Catani; Presidente do Conselho da Comunidade, Caio Daniel; secretária de Educação de Tijucas, Deise Juliano da Silva e o superintende do DPP da Grande Florianópolis, Euclides da Silva.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Fonte: Governo SC

Continua após a Publicidade