Professores da Educação Integral e Especial participam de oficina do projeto Jogos do Mundo Todo

Continua após a Publicidade

Cinquenta e nove professores da Educação Integral e da Educação Especial da Rede Municipal de Ensino participaram na última sexta-feira (09), de uma oficina de imersão com jogos de tabuleiro e jogos gigantes. A iniciativa integra o projeto “Jogos do Mundo Todo”, que foi lançado também na sexta-feira, com o objetivo de instrumentalizar os docentes para mediação em suas unidades de ensino. A expectativa é que o projeto atinja diretamente 120 professores e cerca de 2 mil estudantes das unidades municipais de ensino.

Entre os mais de trinta jogos apresentados na oficina: encaixe, pirâmide filandesa, cubo angus, obelisco, desafio do quadrado, aldeia, Kojo, Mancala, Códice, entre outros. Todos jogos centenares e milenares, baseados na mediação proposta por Feuerstein, um professor isralense, que trabalha com a aprendizagem mediada.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

“De acordo com a base teórica, o projeto consiste em ensinar o estudante a perceber melhor os objetos, a partir dos sentidos, especialmente a visão e o tato. Com a aplicação dos jogos, os alunos conseguem resolver problemas do dia a dia, melhorar as habilidades cognitivas, como memória, atenção, raciocínio lógico e pensamento hipotético”, explica o supervisor da educação especial, Erickson Jones Lima.

A partir de agora, os jogos serão distribuídos gradualmente entre os profissionais participantes do projeto, para enriquecer suas práticas em sala. O “Jogos do Mundo Todo”, vai ser desenvolvido ao longo de todo ano letivo de 2023, com a previsão da realização de um seminário final, para socializar as práticas desenvolvidas no interior das unidades escolares.

Fonte: Prefeitura de Itajaí

Continua após a Publicidade