O 14º salário do INSS deve ser pago em 2022? Saiba mais

Continua após a Publicidade

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está vinculado ao Ministério do Trabalho e da Previdência, que recebe as contribuições para a manutenção do Regime Geral da Previdência Social, responsável pelo pagamento de aposentadorias e outros benefícios.

Dessa forma, o INSS também se torna o responsável pelo pagamento do salário dos aposentados e muitos beneficiários estão na expectativa para receber o 14º salário.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

14º salário do INSS pode ser pago?

Muitos contribuintes do INSS têm se perguntado se receberão o 14º salário, principalmente os aposentados e pensionistas. A promessa foi feita pelo instituto em 2020, como forma de oferecer um auxílio financeiro para os beneficiários durante a pandemia.

A proposta foi representada pelo Projeto de Lei 4367/2020 que ainda aguarda avaliação dos deputados federais e, logo, ainda não passou pelo Senado Federal. Por isso, é possível afirmar que não haverá o pagamento de mais um salário extra.

Uma notícia está sendo disseminada  e revela que os aposentados e pensionistas do INSS receberiam o 14º salário, o que não passa de uma fake news. Por enquanto, basta apenas esperar para que a proposta seja avaliada.

Apesar deste valor não ser pago, o 13º salário continuará sendo pago para os contribuintes.

Saiba mais sobre o 13º salário do INSS!

Desde o dia 24 de novembro, o INSS está pagando o 13º salário para os beneficiários que começaram a receber a aposentadoria ou benefício a partir de maio de 2022. Neste ano, o salário extra começou a ser pago no primeiro semestre, o governo federal antecipou o pagamento, que começou a ser depositado entre abril e junho.

Todos os segurados que não receberam o 13º na antecipação irão receber agora, de acordo com as informações do INSS. As pessoas que têm direito ao valor são aquelas que tiveram o benefício concedido após o pagamento da antecipação feita entre abril e junho.

Além disso, os valores depositados são proporcionais, ou seja, de acordo com a quantidade de meses em que o segurado passou a receber a aposentadoria, pensão ou o auxílio do INSS. Confira a seguir como ficou o calendário de pagamento:

Para pessoas que recebem até um salário mínimo:

  • Benefício final 1 – 24 de novembro;
  • Benefício final 2 – 25 de novembro;
  • Benefício final 3 – 28 de novembro;
  • Benefício final 4 – 29 de novembro;
  • Benefício final 5 – 30 de novembro;
  • Benefício final 6 – 1 de dezembro;
  • Benefício final 7 – 2 e dezembro;
  • Benefício final 8 – 5 de dezembro;
  • Benefício final 9 – 6 de dezembro;
  • Benefício final 0 – 7 de dezembro.

Para pessoas que recebem mais de um salário mínimo:

  • Benefício final 1 e 6 – 1 de dezembro;
  • Benefício final 2 e 7 – 2 de dezembro;
  • Benefício final 3 e 8 – 5 de dezembro;
  • Benefício final 4 e 9 – 6 de dezembro;
  • Benefício final 5 e 0 – 7 de dezembro.

Os pagamentos do 13º salário costumam ser feitos em agosto e setembro. Contudo, no início do ano o governo anunciou a antecipação do 13º salário para os aposentados e pensionistas do INSS. A antecipação foi uma das medidas do pacote anunciado pelo governo para impulsionar a economia em 2022.

Continua após a Publicidade