Musical Illuminare encanta o público em noite de estreia

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Quem teve o prazer de assistir a noite de estreia do Illuminare – O Musical de Natal saiu do Centreventos Cau Hansen encantado com o que foi apresentado. Um verdadeiro show de som e luzes, cenários exuberantes para contar a história da menina Francisca que viaja por diferentes mundos para entender o verdadeiro sentido do Natal.

Para Ketlin Correia que trouxe a filha de cinco anos, o espetáculo foi maravilho. “Foi lindo mesmo, alto nível de apresentação, a gente adorou”.

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Quem também se gostou foi Volnete Hellman. “Foi mágico, se o objetivo era passar a mensagem da magia de Natal, realmente eles conseguiram. Foi surpreendente a qualidade dos profissionais”, diz Volnete.

“Foi maravilho, uma iniciativa muito boa porque resgata o Natal em família”, afirma Irene Kniess Kunz que assistiu a filha de 17 anos no palco. A jovem era uma das bailarinas do espetáculo.

Esta é a primeira vez que Joinville é palco de um musical nos moldes do Illuminare, desenvolvido por uma equipe criativa formada por grandes nomes do teatro musical brasileiro e dirigido por André Gress, diretor com experiência em musicais da Broadway.

Ao todo, 32 artistas, incluindo profissionais de Joinville, sobem ao palco para dar vida ao espetáculo e emocionar a plateia. Somados aos profissionais que trabalham nos bastidores, são cerca de 120 pessoas envolvidas diariamente na produção.

“Para mim uma das maiores surpresas foram os balés que eles tiveram que interpretar também. Eu fiquei feliz demais quando as pessoas bateram palma ao ver o Fritz. É muito bonito ver a reação da plateia. Eu estou realmente muito feliz”, comemorou André Gress, diretor do Illuminare logo após a estreia.

“Nos ensaios é muito diferente, porque a gente não tem a troca com o público. Foi uma energia muito boa. E é uma grande responsabilidade, porque é a minha primeira protagonista no teatro musical, então eu tive que estudar muito, conhecer a história da personagem e de Joinville”, conta Bia Vasconcellos, que interpreta Francisca.

A história que ainda vai ser encenada por mais oito dias em Joinville, conta trajetória da personagem Francisca que usa uma chave em formato de guarda-chuva para abrir um portal para um reino mágico. O jacaré Fritz tem um papel de destaque na trama, como um guardião desse mundo encantado.

Este território de sonhos e magia, onde Francisca precisa resgatar não só o Papai Noel, mas o espírito de Natal dentro de si, é formado por quatro mundos. A Terra das Geleiras (uma alusão ao Bolshoi, à capital da dança), a Terra das Máquinas (homenagem à Manchester Catarinense), a Terra das Guloseimas (que remete aos doces típicos) e a Terra das Flores. Para os espectadores joinvilenses, detalhes do musical que remetem diretamente aos costumes joinvilenses.

Francisca conta com a ajuda dos atrapalhados duendes Chineque e Chimia para salvar o Papai Noel e conseguir recuperar as luzes do Natal que foram escondidas pela misteriosa Escuridão. Para isso, a menina enfrenta a temida Escuridão para encontrar dentro dela o verdadeiro sentido do Natal.

Em cada um dos mundos, a protagonista recebe dicas que fazem ela refletir sobre amor, família e memória. É justamente quando busca uma memória que aqueça o seu coração que Francisca consegue resgatar o Papai Noel que aconselha: “Não há nada mais mágico e poderoso que as nossas memórias”.

“Esse é um espetáculo grandioso. E poder assistir hoje com o Centreventos lotado, as famílias felizes, as crianças imitando alguns passos para parecer o que os bailarinos faziam no palco. Perceber a alegria das famílias, o renascer da esperança é realmente uma grade felicidade para a gente. Então realmente hoje é o momento de celebrar, comemorar, dar esse grande presente para o joinvilense, afirma Rejane Gambin, prefeita de Joinville, em exercício.”

Ao todo, são usados 15 cenários diferentes para ilustrar a história, o que representa cerca de 2,4 toneladas de material. Já os figurinos que encantam e impressionam pelos detalhes são 150. Para deixar tudo perfeito para apresentação ao público, a equipe ensaiou por cerca de 250 horas.

“O Illuminare já nasce grande, já nasce como um sucesso maravilhoso. Coroou todo o trabalho que teve. Quem vier prestigiar esse grande espetáculo não vai se decepcionar. Ele é emocionante, lindo e traz uma simbologia do Natal única e acho que nunca vista na cidade”, ressalta Ozei Luiz da Silva, presidente do Instituto Natal.

O espetáculo Illuminare é promovido pelo Instituto Natal de Joinville, com apoio da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura de Joinville. Os ingressos estão à venda a partir de R$10, no site www.nataldejoinville.com.br. As apresentações ocorrem de quarta a domingo, às 20h, com exceção do dia 17/12, um sábado e último dia de apresentação, quando estão previstos dois horários (17h e 20h30)

Fonte: Prefeitura de Joinville

Continua após a Publicidade