Abastecimento em municípios atingidos pelas chuvas é restabelecido de forma gradual pela Casan

Continua após a Publicidade

A Casan informa que o abastecimento está sendo normalizado de forma gradativa na Grande Florianópolis, após rompimento nesta quinta-feira, 1º de dezembro, de adutora junto ao Rio Imaruí, devido às chuvas intensas.

Em São José, nos bairros Forquilhinhas, Potecas, Picadas do Sul e Serraria a regularização é mais lenta, assim como em pontas de rede e regiões mais altas.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Com a diminuição do nível do rio, as equipes estão verificando outros problemas nas estruturas da adutora nas cabeceiras da ponte, pois podem também necessitar de reparos.

Em Florianópolis, a integração entre os três sistemas que atendem a Capital (Integrado, Costa Norte e Costa Sul-Leste) garante a regularidade no fornecimento de água.

A Companhia ainda trabalha com equipes reforçadas devido a dificuldades de captação que prejudicam os municípios de Águas Mornas, Santo Amaro da Imperatriz, Angelina e Antônio Carlos. Nas regiões Norte e Sul, outros municípios apresentam dificuldades e exigem mobilização das equipes para minimizar os dados e o impacto no fornecimento de água.

Na Região Norte, no município de Araquari, desde o início da semana há prejuízos no abastecimento dos bairros Itinga e Porto Grande. A Companhia prossegue o atendimento com caminhões-pipa. Em Dr. Pedrinho, onde nesta quinta-feira houve interrupção no abastecimento, a captação foi recuperada e o tratamento de distribuição de água estão normalizados.

No Sul do Estado, a cidade de Rio Fortuna está com fornecimento normalizado após rompimento adutora na travessia da ponte. Em São Martinho, também devido à ruptura de adutora de água bruta junto à cabeceira da ponte sobre o Rio Capivari, o abastecimento está prejudicado. A Casan avalia as condições do rio nesta sexta-feira para iniciar o conserto e atua com caminhões-pipa para levar água bruta para a unidade de tratamento.

Em Pescaria Brava há dificuldade na operação das estações de tratamento de água devido à variação de tensão elétrica, causada pela queda de postes em áreas alagadas. Em Braço do Norte, o abastecimento foi regularizado com ações operacionais junto à captação, comprometida com excesso de areia carreada pela força das chuvas. Em Criciúma e Içara, alguns bairros que dependem de água de Morro da Fumaça ainda apresentam vazão reduzida.

A Casan pede aos usuários que façam uso consciente da água até que os sistemas sejam restabelecidos na totalidade.

Fonte: Governo SC

Continua após a Publicidade