Projetos de empreendedorismo encerram com socialização e apresentação de trabalhos

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

A socialização dos trabalhos desenvolvidos ao longo do ano mostrando a importância do pensamento empreendedor para a solução de problemas, foi a finalidade da 1ª Mostra de Brinquedos Ecológicos e da 1ª Feira de Empreendedorismo Estudantil, que ocorreram nessa quarta-feira (30) no Teatro Municipal Elias Angeloni. As ações fazem parte, respectivamente, de dois projetos desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Educação no contraturno escolar: Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) e Clube de Jovem Empreendedor, que têm por objetivo ensinar e desenvolver o pensamento empreendedor com os estudantes das escolas da rede municipal de ensino. Os projetos contam com metodologia Sebrae de educação empreendedora.

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Ensinar empreendedorismo aos estudantes de maneira interdisciplinar relacionada com várias competências e habilidades dos currículos escolares feitas de maneira lúdica, fazem todas as experiências virarem significativas e as práticas vivenciais. Dessa forma, contribuindo para a aquisição de aprendizagens que se tornam inesquecíveis com lembranças prazerosas reforçadas pelas apresentações dos trabalhos nesse grande evento”, enfatizou o secretário municipal de Educação, Celito Cardoso.

Mostra de Brinquedos Ecológicos

Durante a tarde, a 1ª Mostra de Brinquedos Ecológicos contou com exposições, explicações das atividades desenvolvidas no projeto e mostras dos brinquedos ecológicos confeccionados ao longo do ano. Ao todo, o evento reuniu trabalhos de, aproximadamente, 175 estudantes dos terceiros anos do Ensino Fundamental de nove escolas que funcionam em tempo integral na Rede Municipal de Ensino. Além de nove professores e diretores das unidades que aderiram ao projeto.

Segundo a coordenadora pedagógica, Daniela Chagas Pacheco Garcia, durante a mostra as nove escolas são livres para disponibilizar brinquedos nos espaços que foram disponibilizados. Alguns dos brinquedos que estavam disponíveis foram os de demonstrações sem manuseio e outros para a realização de oficinas de brincadeiras com o público.

Ao longo do projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos percebemos no decorrer das atividades a capacidade dos nossos estudantes de produzir, transformar a realidade gerando consciência ecológica, sustentável e empreendedora na própria escola. Então, posso afirmar que foi contagiante, também, poder envolver e contar com a participação das famílias ao longo do projeto, que foram convidadas e aceitaram participar doando materiais recicláveis e adotando ações de gestão ambiental em suas casas. Como resultado, gerou união do estudante com a família e da família com a escola, gerando comportamento ecológico e sustentável com o valor de reutilizar”, afirmou.

Feira de Empreendedorismo Estudantil

Já a 1ª Feira de Empreendedorismo Estudantil foi marcada com a realização das atividades do Clube Jovem Empreendedor. Foram, aproximadamente, 310 estudantes de 22 Unidades de Ensino e Clubes, acompanhados pelos seus professores, diretores e empresários padrinhos. O evento também teve a participação de 19 empresas madrinhas que foram homenageadas na oportunidade e receberam placas de agradecimentos dos estudantes, além de um projeto de melhoria com sugestões criativas para aperfeiçoar os serviços e produtos, denominado Desafio de Inovação. As atividades do Clube durante o ano contaram, ainda, com o apoio da Acic, a Associação Empresarial de Criciúma.

De acordo com a coordenadora de Clubes, Karine Luiz Calegari Mrotskoski, os estudantes participantes do Clube apresentaram os seus Desafios de Inovação que foram projetos desenvolvidos para empresas que apadrinharam o seu clube, propondo e sugerindo práticas e estratégias para melhorarem o seu funcionamento. “Os estudantes sugeriram estratégias de acessibilidade, comunicação, gestão de pessoas, gestão ambiental. Todas elas com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU)”, frisou.

A coordenadora também ressaltou que, em geral, o projeto auxilia no desenvolvimento de uma educação inovadora, de qualidade e ligada a história da cidade e das necessidades locais e regionais. Além de ampliar as oportunidades no mercado de trabalho e a criatividade pela elaboração de projetos realizadas pelos próprios estudantes.

Sendo assim, auxiliando na qualificação profissional para continuidade nos estudos e capacitação para o trabalho digno, ético, técnico e empreendedor baseado em conhecimento e preparo. Contribuindo para criar criciumenses aptos com qualidade de vida e cidadãos melhores preparados para contribuir nas empresas e abrirem novos negócios para caminharmos por meio da educação para termos uma boa cidade para se viver”, reforçou.

Desenvolvimento do pensamento empreendedor

Conforme a coordenadora pedagógica, durante a realização dos dois projetos foi possível perceber o aprendizado e o desenvolvimento de cada estudante que fez a sua participação nas matérias dos componentes curriculares. Principalmente, na frequência, notas, comportamento e na diversão do aprendizado.

Notamos também que os professores ampliaram o seu repertório de estratégias de ensino e passaram a trabalhar, ainda mais, motivados gerando construção de habilidades e competências por meio de experiências dentro das nossas salas de aulas. Assim, se tornam visíveis e tangíveis os resultados obtidos que transformaram tudo e todos com a prática de ambos os projetos na Rede Municipal de Ensino”, destacou.

Além disso, para Karine esse momento de mostra e socialização de trabalhos depois de todo trabalho feito durante o ano, é um momento importante para compartilhar as melhores práticas e experiências que foram conquistadas. “Expor é dar honra para o trabalho de todos os nossos professores e estudantes disseminando a cultura e toda educação empreendedora que foi conquistada, colocando na vitrine os talentos, produtos e resultados de lindos trabalhos feitos com qualidade”, concluiu a coordenadora de Clubes.

Fonte: Prefeitura de Criciúma

Continua após a Publicidade