Prefeitura cobra a Casan, que já tem licitação para captação de água no Rio Uruguai

Continua após a Publicidade

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues, acompanhado dos secretários de Governo, Thiago Etges, e de Desenvolvimento Rural, Mauro Zandavlli, realizou uma reunião na tarde desta quarta-feira, com o superintendente geral de negócios do Oeste da Casan, Daniel Scharff, em seu gabinete.

“O objetivo foi cobrar o cumprimento das ações acordadas no início do ano, através de termo de compromisso, para ampliar a captação de água em Chapecó. Várias ações exigidas pelo município foram cumpridas e a que consideramos mais importante, a adutora para captação de água no Rio Uruguai, vai iniciar em breve”, disse o prefeito.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

O superintendente da Casan informou que no dia 7 de dezembro será aberta a licitação da tubulação da nova adutora. Ele acredita que a após ser conhecida a empresa, o início das obras não deve demorar. A expectativa é de conclusão da obra em dois anos, com potencial de captação de 650 litros por segundo, que é mais do que o consumo atual de Chapecó, que é de 560 litros por segundo. A água será levada até a barragem Santa Terezinha, que fica no rio Tigre, em Guatambu, onde já existe uma estrutura de captação e adutora, que foram ampliadas.

Daniel Scharf disse que, com a captação no lago da barragem da Foz do Chapecó, serão cumpridas todas as medidas acordadas em fevereiro, entre o executivo municipal e a presidência da Casan, que somam mais de R$ 50 milhões.

Ainda em fevereiro 20 carretas foram contratadas para buscar água bruta no rio Uruguai e 15 caminhões-pipa para fornecer água potável direto para a população. Este serviço foi suspenso após o enchimento da barragem do Engenho Braun.

Na mesma época a estatal disponibilizou 34 caçambas, 10 retroescavadeiras e quatro tratores trabalharam na retirada da lama do reservatório do Lajeado São José.

Quando o reservatório encheu, parte dos equipamentos foi deslocado para auxiliar a Prefeitura na escavação do reservatório do Parque do Eldorado. O lago está sendo construído numa área de 50 mil metros quadrados e terá capacidade para armazenar 85 mil metros cúbicos.

Outra medida foi a instalação de uma Estação Temporária, na Água Amarela, com capacidade para 30 litros por segundo. Isso é suficiente para atender 5% do consumo de Chapecó. Quatro poços já foram perfurados, no bairro Efapi, Distrito Industrial, Parque Edir de Marco e bairro Boa Vista.

Já está em operação um novo reservatório de 200 mil litros no bairro Paraíso e, o reservatório do Esplanada, de dois milhões de litros, está 95% concluído. Outro reservatório, de cinco milhões de litros, no bairro Efapi, deve iniciar em breve.

Também foi licitada e está sendo instalada uma nova draga na barragem Engenho Braun, que vai ampliar o reservatório em 400 mil metros cúbicos.

Scharf acredita que as medidas adotadas vão permitir passar o verão sem maiores problemas de abastecimento e, em 2024, já com as captação no Uruguai e a conclusão da obra de captação do Rio Chapecozinho, ter uma solução definitiva para as próximas décadas.

Fonte: Prefeitura de Chapecó SC

Continua após a Publicidade