Central Solidária recebe donativos para os atingidos pelas chuvas em Joinville

Continua após a Publicidade

A comunidade que deseja ajudar as famílias afetadas pelas fortes chuvas que vêm atingido Joinville nos últimos dias, pode se dirigir à Central Solidária para entregar os seus donativos.

A Central Solidária funciona no Expocentro Edmundo Doubrawa (anexo ao Centreventos Cau Hansen), das 8h30 às 19h30, até sexta-feira (2/12).

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Os principais itens solicitados, neste momento, são: água mineral, alimentos não perecíveis, produtos de limpeza e higiene pessoal, roupas de cama e banho, colchões, travesseiros, cobertores e ração para animais.

A entrega das doações é rápida e simples, sendo possível entrar com veículos no pavilhão para deixar os donativos. No local, servidores da Prefeitura de Joinville e voluntários recebem os materiais, fazem a triagem e montam as cestas básicas e os kits de higiene e limpeza que serão entregues às famílias.

“Montamos a Central Solidária porque muitas pessoas estavam procurando a Prefeitura querendo ajudar. Nós temos tudo que é necessário para atender aos desabrigados nos alojamentos, mas toda a ajuda recebida será de grande importância para quando essas pessoas retornarem para as suas casas”, afirmou o prefeito Adriano Silva.

Além da colaboração de diversas secretarias municipais, a Central Solidária também tem a parceria de integrantes do Rotary Club de Joinville e conta com o apoio de voluntários da comunidade.

“Convidamos a comunidade a vir à Central Solidária fazer a sua doação e, para quem tiver um tempinho, também participar como voluntário nos ajudando a receber e separar os donativos. As pessoas são sempre bem-vindas”, convida a presidente do Rotary Clube de Joinville Manchester, Deneusa Luzia Rodrigues.

Solidariedade e cuidado

Logo nos primeiros minutos de funcionamento da Central Solidária, o engenheiro civil Alexandre Godoy, foi o primeiro a chegar para fazer a sua doação, um colchão que estava em casa e que tinha uso esporádico.

“Estamos com a vida um pouco mais tranquila, neste momento, e não temos como não nos solidarizar com quem precisa. O povo de Joinville é muito bom e sempre pensa no outro”.

O também engenheiro civil Diego Mores, acompanha pelas redes sociais a situação das chuvas e tomou conhecimento da Central Solidária. Às vésperas de mudar de casa, já tinha separado várias roupas de cama que desejava encaminhar para doação. E chegou o momento oportuno: “As pessoas estão precisando e sofrendo com as chuvas, então é importante a gente vir aqui e fazer a nossa colaboração, dar o nosso apoio”.

Já a servidora pública Kelly Alves Rodrigues, além de fazer a sua doação, mobilizou outras pessoas para incrementar a ajuda: “Eu já tinha peças para doar, mas não custa nada perguntar se as outras pessoas também têm algo para oferecer. Às vezes a gente não tem muita coisa, mas com o que tem, consegue ajudar o próximo”.

Fonte: Prefeitura de Joinville

Continua após a Publicidade