Emasa faz melhorias em equipamentos da Estação de Tratamento de Água

Continua após a Publicidade

Etapa final da obra pode afetar abastecimento na terça-feira

Com objetivo de garantir mais eficiência no tratamento e qualidade da água distribuída à população, a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), executa melhorias na Estação de Tratamento de Água (ETA). A obra iniciou em agosto, e consiste na substituição e modernização de equipamentos que compreendem o sistema, sendo uma das ações para garantir o abastecimento de água durante a temporada.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Para execução da etapa final, será necessário paralisar o sistema a partir das 4h da madrugada de terça-feira (29), até às 10h da manhã. Com isso, poderá ocorrer baixa pressão ou faltar água neste período em algumas localidades, principalmente, lugares mais altos ou caso não tenha caixa d’água.

O serviço compreende a instalação de uma nova Calha Parshall, substituindo a antiga, que é um dispositivo usado para medição da vazão na entrada e saída de água, de forma contínua. A modernização do equipamento vai aumentar a eficiência atual, podendo chegar até 1.400 l/s (litros por segundo), o que permite maior eficiência ao operar vazões mais altas no auge do verão.

“Estamos na etapa final da obra, que consiste em instalar uma chapa metálica na junção das duas calhas Parshall, para poder eliminar a antiga e passar a operar 100% pela calha nova. Por isso, é necessário paralisar o sistema neste período. Acreditamos que por ser pouco tempo, a água da rede seja suficiente para manter o abastecimento, até por iniciarmos na madrugada. Mas a recomendação é de que economizem água neste período”, destaca o gerente da Emasa, Jonas Garcia.

ATENÇÃO!

A EMASA recomenda que os moradores economizem água neste período e caso percebam a falta, fechem os registros de entrada dos cavaletes e reabram somente após a normalização. Devido a despressurização das redes, sais orgânicos que ficam nas paredes internas das tubulações podem se desprender, causando turbidez da água que estará na rede no primeiro momento. Por isso, logo que ocorre o retorno do abastecimento, não é recomendado lavar roupas.

Dúvidas, informações e reclamações pelos Canais de Atendimento – SAC: 0800 643-6272; Fala EMASA – Whatsapp: (47) 3261-0000; Protocolo eletrônico: emasa.1doc.com.br/atendimento ou e-mail: [email protected]


Emasa
(47) 3261-0000

Diretoria de Comunicação
Jornalista Renata Furlanetto
Foto: Divulgação EMASA

www.instagram.com/prefeituradebc 

FOTOS

Fonte: Prefeitura de Balneário Camboriú

Continua após a Publicidade