SC-403, nos Ingleses, ganha recapeamento asfáltico no período noturno

- PUBLICIDADE -

A SC-403 (Rodovia Armando Calil Bulos), nos Ingleses, no Norte da Ilha, começou a receber recapeamento asfáltico exclusivamente no período noturno, a exemplo do que já vinha acontecendo desde setembro na SC-406 (Rodovia Antônio Luiz Moura Gonzaga), do Rio Tavares ao Porto da Lagoa, entre as regiões Sul e Leste. As obras da Prefeitura de Florianópolis vêm sendo conduzidas pela Secretaria de Infraestrutura.
 
O trabalho noturno da SC-403 visa evitar transtornos ao trânsito local, e acontece de segunda à sexta-feira, das 21h às 5h, com apoio do sistema Pare e Siga e sem alteração no tráfego. No momento, a repavimentação acontece entre o morro dos Ingleses e a entrada da Rua Graciliano Ramos. Nos pontos onde a pista encontra-se mais desgastada, a base do asfaltamento tem sido refeita, enquanto, nas áreas menos prejudicadas, ocorre a fresagem (raspagem do asfalto velho para recebimento do novo).
 
A restauração do sistema de drenagem que integra o pacote de obras que vai beneficiar o trecho municipalizado da SC-403 de 2,99 km que vai do Centrinho dos Ingleses até o final da barreira das pistas, na descida do morro, sentido Centro da cidade, foi concluída esta semana. Vale destacar que a extensão total da Rodovia Armando Calil Bulos é de 6,7 km.
 
A obra é considerada inédita por ser a primeira vez que uma via pública do tipo em Santa Catarina terá ciclovia bidirecional (nos dois sentidos) no canteiro central. Para tanto, o canteiro será alargado para dar lugar à ciclovia e, consequentemente, as pistas de rolamento serão deslocadas para a área da ciclovia que existia às margens da rodovia. A ciclovia terá pavimento asfáltico e será executada no mesmo nível das pistas, porém, separada por uma mureta de concreto de 20 centímetros para maior segurança dos ciclistas, que vão poder acessá-la por faixas de pedestres.
 
Além dos serviços que encontram-se em execução e da implantação da nova ciclovia no canteiro central, a revitalização da SC-403 engloba a restauração dos passeios (calçadas); a execução dos oito recuos (quatro sentido praia e quatro sentido Centro) para que os ônibus não precisem mais parar na pista, e a nova sinalização viária.
 
O pacote de serviços corresponde a um investimento no valor de R$ 8.077.000,00. As obras serão paralisadas durante a alta temporada para evitar transtornos, já com as novas baias de ônibus em funcionamento. A previsão de término é no primeiro semestre do ano que vem.
 
Obras da SC-406 
 
Já a repavimentação asfáltica da SC-406 (Rodovia Antônio Luiz Moura Gonzaga), entre o Rio Tavares e o Porto da Lagoa, deverá ficar totalmente pronta, já com a nova sinalização viária, na primeira quinzena de dezembro. Sendo que o recapeamento previsto já foi concluído do Elevado do Rio Tavares até próximo da entrada do Porto da Lagoa. 
 
O trabalho também ocorre somente à noite, nos mesmos dias e horários da obra da SC-403, com o tráfego desviado pela Avenida Pequeno Príncipe e pela Rua da Capela. O fluxo alternado de veículos em meia pista, através do sistema Pare e Siga, acontece quando necessário, no ponto em que estão sendo realizados os serviços.
 
A restauração do sistema de drenagem, que vem acontecendo de dia, está igualmente em fase de finalização. Os serviços acontecem com apoio do sistema Pare e Siga, na área em que está sendo feita a obra. Na alta temporada, será feita apenas a parte de calçadas.
 
Vale lembrar que a Prefeitura de Florianópolis está revitalizando a SC-406, ainda que seja uma rodovia estadual. Isso, no trecho municipalizado de 2,4 km, entre o Elevado e a Avenida Campeche, e mais 2,5 km da parte de responsabilidade do Governo do Estado, num total de 4,9 km, entre o Elevado do Rio Tavares, no Rio Tavares, e a Rua Vereador Osni Ortiga, no Porto da Lagoa, abrangendo, portanto, o Sul e o Leste da Ilha. Mas, ao todo, a via se estende por 8,3 km.
 
Dentre os serviços complementares, a principal novidade é a implantação de ciclofaixa bidirecional na lateral da rodovia, de forma descontínua, ou seja, vai variar de lado, conforme as larguras dos acostamentos da via, a fim de evitar desapropriações. Sendo que a ciclofaixa fará conexão com a ciclovia já existente na Osni Ortiga, e estará no mesmo nível das pistas de rolamento.
 
As obras representam um investimento no valor de R$ 11.847.000,00. A conclusão final está prevista para o início de 2023.
  

galeria de imagens


Fonte: Prefeitura de Florianópolis