Aniversário de nascimento de Cruz e Sousa terá atividades dedicadas ao poeta

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

No aniversário de nascimento de Cruz e Sousa nesta quinta-feira, 24, alguns espaços administrados pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) terão ações especiais para celebrar o poeta simbolista.

A programação começa na parte da manhã na Casa da Literatura Catarinense Poeta Cruz e Sousa com uma atividade direcionada a um grupo de estudantes de escola pública, que contará com visita mediada ao espaço cultural, ao busto localizado na Praça XV de Novembro e, depois, ao Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC) / Palácio Cruz e Sousa, onde estão depositados os restos mortais do poeta.

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Por volta das 11h, no coreto da Praça XV, o ator JB interpretará algumas poesias de Cruz e Sousa, seguido por uma apresentação da Banda da Polícia Militar. A atividade é gratuita e aberta ao público.

Na parte da noite, às 19h30, o MHSC será sede da entrega da Medalha do Mérito Cultural Cruz e Sousa, honraria dedicada a nomes de destaque na área cultural. Neste ano, os agraciados são: Carlos Antônio Falcão Cavalcanti Lins; Edsoul (Edson Amaral); Eliane Debus (Eliane Santana Dias Debus); Mapi Cravo (Maria Aparecida Cravo Silveira); Robson Benta; Sérgio Adriano H (Sérgio Adriano Dias Luiz); Fritz Müller (Johann Friedrich Theodor Müller) – in memoriam; Sociedade Beneficente Kênia Clube – pessoa jurídica. O processo de escolha passou por uma consulta popular pela internet e, depois, houve validação dos vencedores pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC).

Já na Biblioteca Pública, a partir de sexta-feira, 25, a homenagem a Cruz e Sousa será o projeto “Caixa sensorial-imagética: processos semióticos dos poemas de Cruz e Sousa”, desenvolvido a partir dos conceitos da Semiótica. Trata-se de uma proposta para leitura e a análise de poemas de Cruz e Sousa pelos alunos, para que, posteriormente, eles expressem sensações em imagens subjetivas. O suporte escolhido para acolher as imagens foi a caixa, por ser uma objeto comum e de fácil acesso para os alunos.

A Caixa sensorial-imagética é um projeto idealizado pela professora Vivian Bueno, da Assessoria de Português do IFSC, para os seus alunos das quintas fases dos cursos de ensino médio técnico.

Fonte: Governo SC

Continua após a Publicidade