Comenda do Legislativo é concedida a catarinenses que são destaque

Continua após a Publicidade

Uma noite de reconhecimentos e agradecimentos resume a sessão solene realizada nesta segunda-feira (21) para a entrega da Comenda do Legislativo Catarinense 2022, a maior honraria concedida pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). As dependências do Palácio Barriga Verde ficaram lotadas por familiares e representantes das 39 personalidades, empresas, instituições e entidades homenageadas.

A comenda, instituída pela Resolução 2/2008, unificou as homenagens concedidas pela Alesc com o objetivo de reconhecer e destacar ações que tenham contribuído para tornar o Estado mais desenvolvido, mais justo e mais humano. O evento teve a apresentação do Grupo Etnia, do município de Concórdia, que interpretou o Hino Nacional e várias canções clássicas da Música Popular Brasileira (MPB).

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

“Essa é uma honraria que se faz às pessoas que têm um trabalho prestado, reconhecido e de destaque. Cada deputado tem a liberdade de fazer sua escolha e para nós da Alesc é um momento muito feliz, é uma honra muito grande de poder homenagear as pessoas. Sempre digo, que bom quando a gente pode homenagear as pessoas em vida, sempre a homenagem é boa em qualquer tempo que venha à família. Para pessoa que recebe a homenagem é importantíssima que ocorra enquanto ainda vivos”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Moacir Sopelsa (MDB).

Ele acrescentou que a comenda tem um efeito importante não apenas para os familiares e colaboradores dos homenageados, mas para toda a sociedade. “A Alesc tem um reconhecimento a essas pessoas e ficamos agradecidos pelas pessoas que concordaram em receber essa comenda.”

Em nome da Assembleia, o deputado Ismael dos Santos (PSD), que foi eleito deputado federal nas eleições deste ano, disse que a entrega da comenda, realizada pelos representantes eleitos pelo povo catarinense, representa um reconhecimento de toda a sociedade ao trabalho desenvolvido pelos homenageados.

“Foram 11 homenagens como essa que tive a oportunidade de fazer nesta Casa. É a nossa despedida aqui também nesta última sessão solene, que é um momento em que nosso Estado, os nossos deputados reconhecem o talento, a vocação de empreendedores, de homens que fazem a locomotiva deste estado avançar em todas as áreas.” 

O discurso em nome dos homenageados coube ao desembargador Altamiro de Oliveira, atualmente presidente em exercício do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Da tribuna, parabenizou os demais homenageados e agradeceu a Assembleia pelo reconhecimento.

“É com muita alegria e orgulho que todos os homenageados recebemos essa comenda que nos dá uma responsabilidade maior do que tivemos até agora. São vários setores, vários ramos de Santa Catarina homenageados, um estado plural. Esse gesto do Parlamento reconhecendo os 39 homenageados com a comenda engrandece ainda mais o nosso estado.” 

Homenageados com a Comenda do Legislativo Catarinense 2022:  

  • Ada De Luca (MDB): empresário, Antônio Luís Foscarini;  
  • Altair Silva (PP): ex-vereador de São Lourenço do Oeste e ex-prefeito de Novo Horizonte, Santos Zilli;  
  • Ana Campagnolo (PL): médica, Zélia Gerente Dal Castel;  
  • Bruno Souza (Novo): professor, Marcos Laffin;  
  • Coronel Mocellin (Republicanos): militar, Sérgio Luís Sell; 
  • Dr. Vicente Caropreso (PSDB): músico, Érico Virícimo; 
  • Fabiano da Luz (PT): técnico em enfermagem, Ivani Deters Goergen; 
  • Felipe Estevão (União): atleta e empresário, Andrey Martins de Andrade; 
  • Fernando Krelling (MDB): empresário e ex-prefeito de Joinville, Udo Döhler; 
  • Ismael dos Santos (PSD): prefeito de Gaspar, Kleber Edson Wan-Dall; 
  • Ivan Naatz (PL): administrador, Iburici Fernandes; 
  • Jair Miotto (União): empresário, Cecilio Mota de Faria Neto; 
  • Jerry Comper (MDB): indústria e comércio de autopeças, Tercílio Marchetti Indústria e Comércio de Auto Peças Ltda./ Molas Marchetti Empresa; 
  • Jessé Lopes (PL): Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope); 
  • João Amin (PP): empresário in memoriam, Paulo Toniolo; 
  • José Milton Scheffer (PP): prefeito de Ituporanga e ex-deputado estadual, Gervásio José Maciel; 
  • Julio Garcia (PSD): Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Braço de Norte; 
  • Kennedy Nunes (PTB): auditor do Estado, Augusto Puhl Piazza; 
  • Laércio Schuster (União): ação social, Erna Ender Scheidt; 
  • Luiz Fernando Vampiro (MDB): empresário, Custódio Abílio da Silva; 
  • Luciane Carminatti (PT): padre Dulcio Antônio de Araujo; 
  • Marcius Machado (PL): empresário, Edevaldo Linhares; 
  • Marcos Vieira (PSDB): Movimento Pró-pavimentação da SC-350; 
  • Marlene Fengler (PSD): empresário, Ricardo Lunardi; 
  • Mauro de Nadal (MDB): Mães Azuis de Maravilha; 
  • Mauricio Eskudlark (PL): empresário, Luiz Roberto Schlichting; 
  • Milton Hobus (PSD): empresário, Silvio Prim; 
  • Moacir Sopelsa (MDB): administrador, Nelson Eduardo Ziehlsdorff; 
  • Nazareno Martins (Podemos): empresário, José Luiz da Silva Spricigo; 
  • Neodi Saretta (PT): Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Faxinal dos Guedes; 
  • Nilso Berlanda (PL): Grupo Berlanda – Hai Toyota, Hit Honda, Floripa Harley Davidson, Pedaw Bike Shop, Shopping Pátio Chapecó e Base Incorporadora e Administradora de Imóveis; 
  • Padre Pedro Baldissera (PT): professor/geólogo, Luiz Fernando Scheibe; 
  • Paulinha (Podemos): desembargador, Altamiro de Oliveira; 
  • Ricardo Alba (União): Movimento Tradicionalista Gaúcho Catarinense; 
  • Rodrigo Minotto (PDT): empresária, Jadina Ferreira Batista; 
  • Sargento Lima (PL): empresário, Edson Nascimento Borges; 
  • Sergio Motta (Republicanos): bispo Pedro Flori Ramos; 
  • Valdir Cobalchini (MDB): professor e reitor da Udesc, Dilmar Baretta; 
  • Volnei Weber (MDB): empresário, Carlos Becker Fornazza.

Fonte: Agência ALESC

Continua após a Publicidade