Mutirão Diabetes Joinville oferece exames gratuitos e incentiva prevenção

Continua após a Publicidade

A Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Saúde, é um dos apoiadores do 6º Mutirão Diabetes Joinville, neste sábado (19/11), com o objetivo de alertar sobre os riscos e complicações da doença. O mutirão, das 8h às 12h, no ginásio do SESC, vai realizar exames gratuitos e atividades para incentivar a prática de exercícios e bem-estar. A Secretaria de Saúde realizou exames de triagem de pacientes diabéticos nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs).

“Os pacientes fizeram avaliação da glicemia capilar, pressão arterial, índice de massa corpórea (IMC) e avaliação dos sinais e sintomas de neuropatia diabética por meio de um exame dos pés. As UBSFs realizaram também a triagem do fundo de olhos com um aparelho chamado retinógrafo portátil, onde imagens capturadas foram enviadas para avaliação pelos oftalmologistas do Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem, de maneira remota”, explica a diretora executiva da Secretaria da Saúde, Simone Aparecida de Souza.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

As pessoas com diabetes que passaram pelas UBSFs para a avaliação e apresentaram sinais de retinopatia diabética foram encaminhadas para a avaliação no mutirão deste sábado.

“Neste dia, várias pessoas e médicos voluntários estarão realizando os atendimentos gratuitamente, orientando e direcionando os pacientes para a continuidade do tratamento, de acordo com cada caso”, completa Simone.

No mutirão deste sábado, serão realizados gratuitamente exames como medição de glicemia, IMC, pressão arterial, fundo de olho e avaliação do pé diabético. O atendimento será por ordem de chegada, com vagas limitadas. A meta é realizar 600 exames para pessoas portadoras de diabetes e 500 para demais que comparecerem ao evento.

Para facilitar o atendimento, recomenda-se levar o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e não é necessário chegar ao local em jejum. O evento é promovido pela Sociedade Joinvilense de Medicina, Sociedade Catarinense de Oftalmologia e Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem e pela Secretaria de Saúde de Joinville.

O diabetes afeta 463 milhões de pessoas no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Se não tratada, a doença pode causar sérias consequências, inclusive para os olhos.

Fonte: Prefeitura de Joinville

Continua após a Publicidade