Obras do Elevado da Bandeira se concentram nas ruas laterais

Continua após a Publicidade

As obras do Elevado da Bandeira, que iniciaram neste segundo semestre, estão com várias frentes de trabalho no momento. Uma das mais visíveis é um muro de contenção próximo da rua Nova Erechim, paralela a BR-480, no acesso ao bairro Eldorado. Do outro lado da BR, também há uma frente de trabalho com retroescavadeira.

Em direção ao Centro, já foram removidas árvores e outros obstáculos e há obras nas ruas paralelas da Fernando Machado. Na rua Inês Batiston, há obras de tubulação para drenagem. No outro lado, há aterramento e também retroescavadeiras trabalhando.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

“No momento as obras estão concentradas nas laterais, com drenagem, muro de contenção, preparando a pista e as ruas no entorno da rótula para desviar o trânsito, pois a partir de janeiro devem iniciar as obras no centro da pista. Também está sendo licitada a realocação de postes e superpostes. A obra já passa de 5%”, disse o secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Valmor Scolari.

Ele explicou que o elevado terá cerca de dois quilômetros de intervenção, iniciando próximo da “Curva da Morte”, na BR-480, até o Shopping Pátio Chapecó, na Avenida Fernando Machado. O elevado terá duas faixas com fluxo no sentido Centro e duas no sentido BR-282. Por baixo do elevado haverá acesso para a avenida Leopoldo Sander e vias marginais, prevendo também faixa de pedestres. Ainda estão previstos ciclovia, passeio e nova iluminação.

São mais de 20 mil veículos que passam diariamente pelo acesso Plínio Arlindo de Nes, que ligam a cidade ao trevo da BR-282.

A ordem de serviço para execução foi dada no final de julho. O prazo de conclusão é de 540 dias e será executada pelo Consórcio Elevado da Bandeira, de Maringá-PR, que venceu a licitação no valor R$ 39.849.000,00.

De acordo com o prefeito João Rodrigues esta é uma obra em parceria com o Governo do Estado e vai melhorar a mobilidade urbana na saída Norte de Chapecó, onde são registrados engarrafamentos em horários de pico.

Fonte: Prefeitura de Chapecó SC

Continua após a Publicidade