Avança PL que veda agentes políticos ou administrativos cadastro para complementação de renda

- PUBLICIDADE -

Avança no Parlamento o PL 213/2020, de autoria da deputada Paulinha (Podemos), que veda a agentes políticos ou administrativos do estado de Santa Catarina a realização de cadastro em programas de complementação de renda, como o Auxílio Emergencial do governo federal.

Por unanimidade, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) apresentou parecer favorável ao  projeto que segue agora para a Comissão de Finanças. O texto estabelece as seguintes penalidades: para cargos  comissionados, agentes políticos ou  funções de confiança, a imediata exoneração do cargo ou confiança, a imediata exoneração do cargo ou perda da função gratificada.

- PUBLICIDADE -

Para servidores públicos estáveis ou empregados públicos, a abertura de  processo  administrativo  disciplinar  para  apurar  ato  infracional  com imediato afastamento das funções e sem remuneração.
A matéria foi aprovada na forma de uma emenda substitutiva global, apresentada pelo relator,  deputado Fabiano da Luz (PT), visando assegurar no projeto tratamento isonômico a todas as categorias de servidores estaduais.

Valquiria Guimarães
Assessoria de Comunicação
Deputada Paulinha
Com apoio Imprensa Alesc
048 991047676

Fonte: Agência ALESC – Gabinetes