“Ó o Doc Aí”: Chapecó terá Mostra Nacional de Documentários

- PUBLICIDADE -

Acontece em Chapecó , de 25 a 29 de outubro de 2022, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, a 8ª edição do “Ó o Doc Aí – Mostra Nacional de Documentários de Chapecó”. O projeto, contemplado pelo Prêmio de Cinema Catarinense 2021, traz sessões gratuitas de filmes documentais voltado à estudantes de escolas públicas e abertas à comunidade.

Integram a programação longas-metragens nacionais, curtas-metragens catarinenses e curtas chapecoenses. Ao todo serão exibidas 9 sessões que irão contemplar um público de cerca de 3.600 pessoas.

- PUBLICIDADE -

A programação inicia na terça-feira, às 19h15, com os filmes “caça-palavras” de Romy Huber, de Itajaí, seguido pelo lançamento “Entre o Som e o Sonho”, de Daniel Edu Mayer e Fabiane Bardemaker, de Chapecó e “O Sonho do Inútil”, de José Marques de Carvalho Jr. do Rio de Janeiro. Na quarta-feira, 26/10, a sessão aberta ao público traz os documentários “Isso é ser comunidade” de Narciso Gustavo Nunes Baez, de Chapecó e “Grade”, de

Lucas de Andrade Lima Britto, do Rio de Janeiro.

A terceira sessão aberta será na quinta-feira, 27/10, com as produções “Pãn Vanh – Rastros”, de Ítalo Mongconânn, de José Boiteux, “É assim que eu me lembro”, de Julherme José Pires de Chapecó e “O dia da posse” de Alan Ribeiro, do Rio de Janeiro. Como filme convidado pela curadoria, o projeto traz uma sessão especial, na sexta-feira, a exibição de “Amigo Secreto”, de Maria Augusta Ramos, do Rio de Janeiro.

As sessões abertas ao público acontecem sempre a partir das 19h15, e os ingressos podem ser retirados a partir das 18h15, presencialmente .

Profissionalização

Como forma de incentivar os profissionais da região oeste, o projeto também oportuniza a formação, com a oficina gratuita “Possibilidades do documentário: modos e estratégias” com o pesquisador Mauricio Vassali. A atividade acontecerá no sábado 29/10, das 8h30 às 12h30 dentro da programação da Mostra. Podem inscrever-se profissionais, estudantes, pesquisadores ou interessados na área, através do link https://forms.gle/3yeNwXqfEcj18DxV6 .

“Ó o Doc Aí” é uma iniciativa da Associação de Cinema e Vídeo do Chapecó e Região – Cinelo, conjunta com a Fundação Cultural de Chapecó e produção da Lamparina Cultural. Além de estimular a difusão de filmes documentais, democratizar o acesso da comunidade a partir da gratuidade das exibições, o encontro é uma grande ação de fortalecimento do setor audiovisual no interior de Santa Catarina.

“Para o setor audiovisual chapecoense é extremamente importante o retorno do “Ó o Doc Aí”, pois o gênero documentário é o principal gênero cinematográfico produzido pelos profissionais locais. Então, além de ser um

espaço para esses profissionais exibirem as suas produções, acaba sendo também um espaço de acesso a outros filmes documentais produzidos em todo o Brasil. O cinema documental tem pouquíssimo espaço nos cinemas

comerciais, nos cinemas de shoppings, por exemplo, em que nós estamos acostumados a comprar o ingresso e assistir ao filme. Por isso essas produções dependem de eventos e projetos independentes, iniciativas de

associações como a Cinelo, para poder chegar até o público”, enfatiza o Coordenador da Cinelo, Augusto Zeiser.

Texto: Camila Almeida, Artes: Kaline Schenatto, Fotos: Arquivo/Cinelo

Fonte: Prefeitura de Chapecó SC