Estudantes e professores das escolas municipais conquistam destaque em concurso literário

- PUBLICIDADE -

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Com a produção de poemas, contos e crônicas, os alunos e professores da rede municipal de ensino conquistaram destaque no concurso literário da Academia Criciumense de Letras (ACLe). O projeto, que aconteceu em quatro categorias: infantil, juvenil, adulto e maturidade, premiará oito alunos e três professores com produções literárias de temas livres e sobre o município de Criciúma. A premiação ocorrerá em dezembro com a finalidade de incentivar os estudantes ao gosto pelas letras e os adultos a não esquecerem dos seus dons literários.

- PUBLICIDADE -

“Quando os estudantes participam de concursos e recebem premiações se sentem valorizados, percebendo que são capazes de atingir, cada vez mais, conquistas em sua vida escolar. Consequentemente, passam a se aprimorar e se aprofundar em atividades que, até mesmo, não possuem premiações, mas que servem como aprendizagem para as próximas que virão”, enfatizou o secretário de Educação, Celito Cardoso.

A coordenadora do concurso e secretária da diretoria da Academia Criciumense de Letras, Cármen Maria Neves Goulart Pillon, frisa que o concurso da ACLe é considerado o maior concurso literário do estado de Santa Catarina. “Todas as produções literárias vencedoras e menções honrosas durante o concurso serão incluídas em um livro especial da Academia de Letras. A finalidade é valorizar os trabalhos desses estudantes e profissionais, promovendo e incentivando, ainda mais, os objetivos do nosso projeto”, ressaltou.

Segundo a coordenadora de Língua Portuguesa da Secretaria de Educação, Manuela Rossa de Souza, o fato dessas produções serem publicadas em um livro especial contribuem para que o texto seja produzido com dedicação e qualidade. Principalmente, porque todas as atividades que estimulam a prática da escrita são benéficas para todos os estudantes que a praticam.

“A escrita está diretamente ligada à aprendizagem de todos os componentes curriculares, e é uma das práticas linguísticas que precisam ser desenvolvidas com todos os estudantes. Desse modo, todas as atividades que colocam a escrita como foco devem ser benquistas por todos os envolvidos nesse processo”, ponderou.

Produções literárias nas escolas

Conforme a professora Cheiene Damázio Uggione, esse resultado obtido foi devido aos trabalhos realizados em cada aula ministrada de Língua Portuguesa. Durante todo o primeiro semestre, os estudantes envolveram-se em pesquisas e leituras de diferentes gêneros textuais, sempre exercitando as suas produções literárias.

“Garantir a premiação na concorrência com outros estudantes dos demais municípios no maior concurso do Estado é, sem dúvida, uma grande conquista para a educação. Assim, o resultado fará com que eles reconheçam seus devidos talentos e isso se tornará um princípio para eles continuarem lendo e escrevendo cada vez mais”, destacou.

Fonte: Prefeitura de Criciúma