Comunidades terapêuticas têm prazo ampliado para cadastro no governo

- PUBLICIDADE -

Projeto idealizado pelo deputado Ismael recebeu aumento de 50% no aporte de recursos do Estado

Durante a reunião da Comissão de Combate e Prevenção às Drogas, nesta quarta-feira (19), na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, o presidente da comissão e idealizador do programa Reviver, deputado Ismael dos Santos (PSD), fez um relato dos avanços do programa no estado, destacando o aumento de 50% no aporte de recursos pelo Executivo, válidos a partir de 2023. O parlamentar também informou que a Secretaria de Estado da Saúde ampliou o prazo da chamada pública, até 31 de dezembro, para a contratualização das Comunidades Terapêuticas em Santa Catarina.

- PUBLICIDADE -

Presente na reunião, o secretário de Estado da Saúde, Aldo Batista Neto, explicou que para que as comunidades recebam o aumento de recursos é preciso que as mesmas estejam de acordo com o edital da chamada pública. “Até o momento 54 comunidades atenderam à chamada pública. A expectativa é de que mais de 70 sejam contempladas”, disse o secretário.

O aumento dos recursos para as entidades foi uma solicitação do deputado Ismael  junto ao governo do Estado. “Desde sua implantação o programa Reviver já acolheu mais de 25 mil dependentes químicos de Santa Catarina. Isso nos torna uma referência para o Brasil. De cada 10 crimes, sete envolvem a questão do narcotráfico, por isso que investir na prevenção e no tratamento do usuário de drogas é investir em Saúde e Segurança”, destacou o parlamentar.

Os valores por pessoa atendida passaram de, R$ 1 mil para R$ 1,5 mil para adultos, e de R$ 1,5 mil para R$ 2 mil para adolescentes, gestantes, nutrizes e idosos.

“O programa Reviver foi uma ideia de nossa autoria e que virou programa de governo. É uma alegria muito grande saber que agora as comunidades terapêuticas receberão mais recursos para bem melhor aplicar o tratamento necessário para as pessoas que por ali passarem”, comentou o parlamentar.

Durante a reunião, o presidente do Conen, Fernando Henrique, também fez um relato sobre a situação das comunidades  terapêuticas no Estado.

Assessoria de imprensa
Deputado Ismael

Fonte: Agência ALESC – Gabinetes