Projeto em UBSF de Joinville trabalha prevenção da obesidade

- PUBLICIDADE -

Em outubro, duas datas importantes de conscientização à saúde e que afetam a qualidade de vida são celebradas: nesta terça-feira (11/10) é o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade e no próximo domingo (16/10) é o Dia Mundial da Alimentação.

O Dia Nacional de Prevenção da Obesidade foi instituído por Lei, em 2008, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância do tratamento e do acompanhamento por profissionais capacitados. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a obesidade é um dos problemas de saúde mais graves hoje em dia. No Brasil, essa doença crônica aumentou cerca de 70% na última década.

- PUBLICIDADE -

“A obesidade é uma doença multifatorial, diversos genes que atuam de forma conjunta aos fatores ambientais e estilo de vida. Essa doença atinge o coração, rins, fígado, articulações e sistema reprodutivo. Isso leva a uma série de doenças crônicas não transmissíveis, como doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes tipo 2, acidente vascular cerebral, várias formas de câncer e afeta a saúde mental. E vem aumentando sua prevalência em crianças, adolescentes e adultos”, explica o médico da Saúde da Família, Natalino Cezar Clausen, da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Itinga.

O médico junto de uma equipe multidisciplinar com educador físico, enfermeira, técnico de enfermagem e agentes comunitários em saúde desenvolveram um projeto na UBSF do Itinga para trabalhar a prevenção da obesidade.

O grupo Movimenta-se promove saúde, prevenção de doenças e controle de comorbidades já existentes. Todas as quartas-feiras, das 14h às 16h, os participantes realizam atividades aeróbicas, caminhadas e alongamentos. Participam cerca de 20 pessoas entre crianças, adolescentes e idosos.

Os profissionais avaliam mensalmente a bioimpedância, solicitam exames laboratoriais como de glicemia e colesterol, para comparar e acompanhar os resultados.

“Saímos do consultório e praticamos semanalmente atividades com os pacientes do grupo. Observamos que houve melhora principalmente no controle do peso, dos níveis de pressão arterial em hipertensos, redução de glicemia em diabéticos e melhora do colesterol na população geral. Além disso, percebemos uma grande melhora da saúde mental dos pacientes que estão mais dispostos para atividades de vida diária”, avalia o médico.

A prevenção contra a obesidade passa pela conscientização da importância da atividade física regular e de alimentação adequada. A recomendação da Organização Mundial da Saúde e da Organização Pan-Americana da Saúde é praticar atividade física de leve a moderada e vigorosa de 150 a 300 minutos por semana para os adultos, incluindo quem vive com doenças crônicas ou incapacidades. Para crianças e adolescentes, a média é de 60 minutos.

“Além da atividade física, reforçamos a alimentação saudável. Entregamos orientações de bons hábitos alimentares”, conta o médico. O estilo de vida sedentário, as refeições com poucos vegetais e frutas, além do excesso de alimentos com fritura e açúcar refletem no aumento de pessoas obesas, em todas as faixas etárias.

O Dia Mundial da Alimentação foi estabelecido nesta data para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), em 1945.Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Fonte: Prefeitura de Joinville