Visitas de escolares movimentam o MAB

- PUBLICIDADE -

Alunos de diferentes instituições e níveis de ensino, na faixa etária de 4 a 19 anos, visitaram as mostras da 4ª Temporada de Exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB). As atividades envolveram propostas mediadoras e oficinas direcionadas a cada grupo. A programação contou com a parceria dos artistas expositores Reynaldo Pfau (Blumenau/SC) e Bernardete Merino (Joinville/SC).

A gerente do MAB, Mia Avila, comenta que as visitas tiveram propostas pedagógicas orientadas para as faixas etárias dos visitantes, objetivando explorar questões ambientais, ressignificação de materiais e aspectos da história e da arte antes da era cristã, com enfoque na arqueologia e ancestralidade dos humanos como fazedores de arte. “Projetos culturais e educativos estabelecem diálogos com o que está exposto nos museus e atraem olhares e interesses, considerando os objetivos, não somente os objetos, o que implica na valorização da experiência e das parcerias”, ressalta o secretário de Cultura e Relações Institucionais Rodrigo Ramos.

- PUBLICIDADE -

Os grupos

Acompanhados pelos professores de História e de Artes, 36 alunos do 8º ano da Escola de Educação Básica Professor Vitório Anacleto Cardoso, da vizinha cidade de Gaspar, visitaram o MAB na manhã de 4 de outubro, quando foram recebidos pelos artistas expositores Reynaldo Pfau, na Galeria Municipal de Artes/Sala Alberto Luz, com a mostra 50 anos de Arte, e  pela artista Bernardete Merino, na Sala Elke Hering com a mostra Archaeological Art Society. “Após a visitação foram convidados a participar de atividades de pintura em painel representando mural e modelagem em argila, recriando ambiente arqueológico”, informou a gerente do museu, Mia Ávila.

Alunos do ensino médio do Senac Blumenau, na faixa etária de 15 a 19 anos, acompanhados pelo professor de Arte Itamar Bona, visitaram as mostras e tiveram a oportunidade de conhecer e conversar com o artista expositor Reynaldo Pfau. Já as crianças do CEI Teresa Raquel movimentaram todos os ambientes, conheceram as esculturas e objetos alados de Reynaldo Pfau e com ele cantaram e dançaram ao som da música Lagarta Comilona. Com Bernardete Merino, puderam observar os trabalhos, conversar com a artista e participaram de atividades utilizando tinta guache para pintura e argila para modelarem de peças em conformidade com a imaginação.

Na Sala Roy Kellermann, onde está a exposição Arte e Ética em Itália, a atividade foi direcionada para a obra Sem Estado, de Gianfranco Gentile. “Nesse ambiente, os visitantes ouviram os sons emitidos pelos animais representados na obra, imitando e adivinhando a quem pertenciam”, concluiu Mia Ávila.

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 

postada em 06/10/2022 17:45 – 4 visualizações

Fotos

Fonte: Prefeitura de Blumenau SC