Primeira sessão após eleição tem agradecimentos pelo apoio popular

- PUBLICIDADE -

A primeira sessão após o primeiro turno da eleição, realizada na tarde desta terça-feira (4) na Assembleia Legislativa, teve agradecimentos pelo apoio dos catarinenses nas urnas.

Já o deputado Ricardo Alba (União) cumprimentou os colegas eleitos, em especial a deputada Ana Campagnolo (PL), a mais votada da futura legislatura, e agradeceu os votos recebidos.

- PUBLICIDADE -

“Quero agradecer de coração os 48.904 mil votos que fiz para deputado federal, cada voto foi conquistado com muito trabalho e dedicação, muito obrigado a cada um de vocês, faltou muito pouco para nos elegermos, mas faz parte da política”, avaliou Alba, acrescentando que foi o parlamentar que mais levou recursos para a região do Vale do Itajaí.

Volnei Weber (MDB), Jair Miotto (União), Paulinha (Podemos), Maurício Eskudlark (PL) e Ivan Naatz (PL) também agradeceram o apoio recebido nas urnas.

“Temos a oportunidade de continuar representando os nossos catarinenses, uma eleição com resultado bastante positivo, quero agradecer o apoio da família, lideranças e amigos”, discursou Weber.

“Estamos aqui há três anos e oito meses, fui autor de 16 leis aprovadas, apresentei 44 projetos de leis, conseguimos liberar cerca de R$ 80 mi para os municípios, somos 100% ficha limpa, sempre trabalhando e fazendo muito pelo nosso estado”, registrou Miotto, que agradeceu os amigos, colegas, irmãos da Igreja Quadrangular, prefeitos e vereadores que o apoiaram.

“Tenho uma mensagem de gratidão aos que nos acompanharam e confiaram na nossa liderança, mas lamento muitíssimo o resultado que deixou o nosso querido governador Moisés fora do segundo turno”, afirmou Paulinha, que homenageou os homens e mulheres que foram candidatos na eleição.

“Rodamos mais de 30 mil km, cheguei a fazer uma viagem de Reunidas para não cansar muito. Tinha uma festividade que eu queria prestigiar e peguei o ônibus em São Miguel e viajei a noite toda para participar de uma festa em Pouso Redondo”, revelou Eskudlark, que agradeceu o apoio popular que lhe garantiu mais um mandato.

“Estou muito feliz por estar no Parlamento, por ter feito um trabalho de oposição, quero agradecer a oportunidade de estar aqui, muito obrigado a todos que me ajudaram”, pontuou Naatz.

Léo Füchter
Volnei Weber lamentou a morte de Léo Füchter, ocorrida dia 18 de setembro, em São Ludgero.

“A tristeza faz parte do dia a dia, chega inesperada. No dia 18 de setembro perdemos uma das figuras mais generosas e importantes de São Ludgero. Leo Füchter nos deixou após um acidente doméstico, um guri que deixou a esposa, uma filhinha e um filhinho. Era advogado e foi vereador por dois mandatos, sempre teve atuação forte na política”, registrou Volnei.

Críticas

Jessé Lopes (PL), que se reelegeu no último domingo (2), lembrou que os ex-secretários do governo Carlos Moisés que se lançaram candidatos não tiveram sucesso nas urnas.

“Todos os secretários morreram abraçados no barco do governador”, declarou o parlamentar.

Fonte: Agência ALESC