Prefeitura de Joinville entrega Ordem de Serviço para iniciar construção de nova escola na zona Sul

- PUBLICIDADE -

Uma nova escola pública municipal de Ensino Fundamental será construída no bairro Paranaguamirim, zona Sul de Joinville, nos próximos meses. A ordem de serviço para início das obras foi entregue nesta segunda-feira (3/10), em evento na Escola Municipal Pref. Nilson Wilson Bender, com o prefeito Adriano Silva, a vice-prefeita Rejane Gambin e o secretário de Educação, Diego Calegari.

A nova unidade será construída em terreno localizado ao lado da Nilson Wilson Bender. O investimento é de R$ 6.598.001,69, com execução pela empresa Polibox Sistemas Construtivos.

- PUBLICIDADE -

Atualmente, a EM Pref. Nilson Wilson Bender atende 1.687 alunos de 1º a 9º ano. As novas instalações serão construídas para atender os alunos dos Anos Iniciais (1º a 5º ano) e, com isso, extinguir o turno intermediário que foi criado no início do ano letivo para atender a alta demanda do bairro Paranaguamirim.

“A população do bairro está crescendo muito e, por isso, é importante, estrategicamente, já construir uma nova escola. Estamos com turno intermediário aqui, o que não é legal nem para a equipe e nem para as crianças, e com a nova escola conseguiremos atender melhor todos os alunos”, afirmou o prefeito de Joinville Adriano Silva.

Serão construídas 18 salas de aula, além de banheiros e depósito. Desta forma, será possível receber os mil alunos de 1º a 5º ano que atualmente estudam na Nilson Wilson Bender nas novas instalações com mais rapidez. Além disso, será utilizado o processo de construção modular, no qual a edificação é feita dentro da indústria e, no local da obra, é necessário apenas preparar o terreno e realizar a montagem da edificação. Com isso, fatores externos como condições climáticas não influenciam tanto nos prazos de conclusão.

“Este é um método construtivo muito ágil, é uma forma inovadora de se fazer uma escola, e é o que precisamos agora justamente pela alta demanda. Esta é uma comunidade que tem histórico de falta de vagas e, por isso, optamos por este modelo que vai nos dar alta qualidade com muita agilidade”, explicou Calegari

Fonte: Prefeitura de Joinville