Diretoria de Meio Ambiente ganha destaque nos trabalhos de coleta seletiva

- PUBLICIDADE -

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Os resultados obtidos nas atividades de coleta, separação e destinação de resíduos recicláveis nas escolas municipais, trouxeram destaque aos trabalhos de coleta seletiva da Diretoria de Meio Ambiente de Criciúma (DMACRI). Então, com o propósito de incentivar esse trabalho em outros municípios, em uma reunião na última sexta-feira (30), o órgão iniciou um projeto em parceria com o Instituto Federal Catarinense de Santa Rosa do Sul. O projeto tem a finalidade de mostrar a importância do descarte correto de resíduos recicláveis e auxiliar na implantação da coleta seletiva na instituição de ensino.

- PUBLICIDADE -

Segundo o coordenador de Educação Ambiental, Eduardo Luzzi Damassini, durante a reunião a diretoria conheceu um pouco mais da instituição, sabendo da rotina e atividades praticadas no local para implantar a coleta seletiva. “Nós da diretoria prestaremos auxilio na implantação da coleta seletiva por meio do conhecimento e do funcionamento desse projeto em nosso município. Como resultado, sugerimos os meios e as formas corretas e necessárias para realização deste projeto na rede de ensino”, relatou.

Conforme o coordenador, o projeto será iniciado tendo em vista os benefícios que a prática da coleta trará para as questões ambientais no município. Basicamente, melhorando e beneficiando a instituição de ensino no empenho para atingir a conscientização ambiental e a sustentabilidade no meio acadêmico. “A implantação trará benefícios como: arrecadação de recursos com a possível venda de materiais recicláveis para a instituição, economia, maior visão sustentável, qualificação da instituição e preservação ambiental”, pontuou.

Para a coordenadora de ensino do Instituto Federal Catarinense de Santa Rosa do Sul, Cristina Quartieiro Dalpiaz Soares, para o Campus o projeto está sendo desenvolvido com o objetivo de despertar nas pessoas, que da instituição fazem parte, o hábito de selecionar e destinar, adequadamente, os resíduos recicláveis.

“A ideia é que os recursos sejam revertidos para a formatura dos alunos das terceiras séries. Assim, temos a expectativa de contribuir para a formação dos nossos discentes, disseminando a consciência de que nossas ações mudam o meio em que vivemos. Sendo assim, o meio ambiente agradece”, frisou.

Criciúma como referência ambiental

De acordo com a diretora de Meio Ambiente, Anequésselen Bitencourt Fortunato, questões ambientais como a prática da coleta seletiva precisam estar envolvidas de forma direta ou, indiretamente, em todos as pastas de Governo. Principalmente, devido a importância que o meio ambiente representa. “É um sentimento de felicidade ver que todo o trabalho que a diretoria tem feito em prol do meio ambiente e, da conscientização ambiental, está servindo como referência para a implantação de novos projetos em outros municípios”, destacou.

Anequésselen também ressalta que ver as pessoas adotando hábitos saudáveis mostra que o trabalho que a diretoria e o município tem investido está valendo a pena, mostrando que Criciúma está bem representada, cuidando do meio ambiente e da sua população. “Os passos são pequenos ainda, mas, com certeza, chegaremos longe e conseguiremos atingir grandes metas de sustentabilidade e nos tornarmos uma cidade cada vez mais sustentável com a ajuda de todos”, concluiu a diretora.

Fonte: Prefeitura de Criciúma