Manhã de votação em SC foi tranquila, diz TRE-SC

- PUBLICIDADE -

“A maior tranquilidade que eu já vi em uma eleição”. Foi assim que o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), desembargador Leopoldo Brüggemann, considerou a manhã de votação no primeiro turno das Eleições 2022, neste domingo (02). A opinião foi compartilhada pelo diretor-geral do TRE-SC, Gonsalo Ribeiro. “A característica de Santa Catarina já nos facilita. Todos os agentes públicos, forças de segurança e os mesários fazem com que a nossa eleição, tradicionalmente, seja mais tranquila”, ponderou.

Até as 17h deste domingo, quando encerra o primeiro turno do pleito, mais de cinco milhões de catarinenses devem passar pelos locais de votação nos 295 municípios do estado. O presidente do TRE-SC comemorou que, nesta primeira parte do dia de votação, poucas ocorrências foram registradas. Até o meio-dia, a Justiça Eleitoral contabilizou 239 ocorrências, sendo 103 substituições de urnas eletrônicas. “Isso é normal, uma bateria que pifou ou teclado que travou. Nós temos 17 mil urnas nas ruas hoje, o que dá menos de 1% de equipamentos que apresentaram problemas”, destacou Brüggmann.

- PUBLICIDADE -

“As intercorrências costumam ser muito simples, como já aconteceu de o equipamento não ser ligado corretamente na tomada. Um técnico vai lá, conserta e a eleição flui normalmente. O que nós queremos e vamos fazer todos os esforços para que ocorra é que nenhuma urna seja convertida em cédula de papel”, conclui o diretor-geral.

Ocorrências policiais
Com relação a ocorrências policiais, o desembargador citou algumas situações registradas pelo estado, principalmente com relação a derrame de material de propaganda eleitoral. A prática é considerada irregular e quem for flagrado fazendo esse tipo de propaganda pode ter que pagar multa. “Serão identificados, vai ser feita a apreensão do santinho, e o caso será encaminhado para a Procuradoria Regional Eleitoral para apurar o fato e aplicar multa”, explicou.

O subcomandante da Polícia Militar de Santa Catarina, Coronel Evandro de Andrade Fraga, acrescentou que houve ainda registro de boca de urna em alguns locais de votação, o que também é proibido. “Tradicionalmente, esse tipo de ocorrência já é registrada em dias de eleição”, disse. O coronel destacou ainda que cerca de cinco mil policiais estão atuando neste domingo para garantir o bom andamento das eleições. “A grande maioria será empregada em rondas e, em alguns locais, em policiamento fixo”.

Fonte: Agência ALESC