Eleições tranquilas no estado e sem ocorrências de vulto registradas

- PUBLICIDADE -

A cúpula das 38 instituições catarinenses que integram o Gabinete de Pronta Resposta (GPR) para as eleições no Estado e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), desembargador Leopoldo Brüggemann, em coletiva, avaliaram, na tarde deste domingo (2), como tranquilo o dia de votação no primeiro turno das eleições. Em todo o Estado foram registrados somente 30 procedimentos de crimes eleitorais durante o dia, enquanto que em 2020 foram 202 ocorrências. “Basicamente boca de urna, propaganda irregular e derrame de santinhos, todos casos lavrados com Termo Circunstanciado e encaminhados”, destacou o comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Marcelo Pontes.

O presidente do TRE-SC enfatizou que, mesmo com as filas registradas durante o dia, a votação no estado foi tranquila e normal. “O resultado que temos são de números aceitáveis, 202 urnas que foram substituídas e 89 ocorrências. Nós temos cerca de 3.500 pontos de votação no estado e se você comparar 10% seriam 350, então está no limite.” 

- PUBLICIDADE -

O vice-presidente do TRE-SC e corregedor, desembargador Alexandre d’Ivanenko, avaliou que não houve problemas na votação de biometria no estado. Disse que ficou 1h30 na fila e o que chamou sua atenção foi o comparecimento de mais eleitores. “Nós éramos 5,25 milhões e agora mais de 5,5 milhões de eleitores. Teve um eleitor com bengala na minha seção de votação que levou quase sete minutos para votar, o que poderíamos fazer, não deixar ele votar. Ele ficou, ficou.”

O comandante-geral da PM também avaliou o dia como tranquilo. “Tivemos mais de 5.200 policiais nos 3.500 locais de votação e durante todo o dia 71 chamados, 30 procedimentos foram lavrados decorrentes de alguma infração eleitoral. Basicamente boca de urna, propaganda irregular, derrame de santinhos, lavrados TC e encaminhados. Trinta em toda essa complexidade revela o dia tranquilo, onde todos puderam exercer o direito de voto.”

O subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hilton Zeferino, o delegado Aldo Pinheiro D’ávila, representando a Delegacia-Geral da Polícia Civil, e o superintendente da PRF, André Saul do Nascimento, também avaliaram o dia como tranquilo, sem nenhuma ocorrência de vulto no Estado durante as eleições.

Fonte: Agência ALESC