Palestra sobre combate à violência sexual contra crianças e adolescentes aconteceu em BC

- PUBLICIDADE -

Evento faz parte da abertura do projeto “Crianças em Alerta” do Programa Proteção Global

O Programa de Proteção Global, da Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social de Balneário Camboriú, promoveu nesta quinta-feira (29) na Câmara de Vereadores, a palestra de capacitação sobre Prevenção e Combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, com a escritora Maura de Oliveira. Voltados para assistentes sociais, psicólogos e orientadores educacionais, o evento faz parte da abertura do projeto “Crianças em Alerta”. 

- PUBLICIDADE -

Maura de Oliveira é escritora, palestrante e educadora. Dá nome a Lei Estadual nº 9.234/21 de combate e prevenção à pedofilia, cyberpedofilia, abuso e exploração sexual infantil. Além de ser autora dos livros “Desmascarando a Pedofilia” e “Aprender para se Defender”. 

Durante a palestra, Maura contou aos 110 servidores participantes, relatos pessoais e demonstrou de que forma ajuda crianças a empoderar seus corpos; e como profissionais da educação, segurança, saúde e até mesmo familiares, identificam um caso de pedofilia. A profissional utiliza bonecos de pano, e pelo corpo dos bonecos cola “vistos” nos pontos onde as crianças podem receber toques: cabeça, ombros e mãos; e “x” nos pontos onde as crianças não podem ser tocadas: boca, peito, barriga, perna e partes íntimas. Além de usar as “luvas das emoções”, na qual há “emojis” sinalizando sentimentos.

Para Maura, a linguagem lúdica, utilizando os bonecos, é uma forma mais fácil de se aproximar das crianças. Segundo ela, isso canaliza o conhecimento e faz com que os pequenos entendam os limites do corpo. “Assim vamos ensinando o que são as partes íntimas, quais os cuidados que as crianças precisam ter, quando, como e quem pode tocar em uma criança. Parece uma coisa simples, mas é essa simplicidade que não existe na educação, e que faz com que as nossas crianças continuem sendo violentadas”, esclarece.

A conselheira do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Maria Helena Bittencourt, descreveu a palestra como maravilhosa e que clarifica a mente dos profissionais que trabalham com saúde, educação, inclusão social e segurança. “O evento nos fez entender que estamos no caminho certo, e que em Balneário Camboriú há uma rede de proteção a crianças, adolescente e vítimas de abuso sexual e violência doméstica”, menciona.

A palestra também foi relevante para a equipe de profissionais que atuam nos grupos de apoio “Papo de Criança” e “Papo Direto”, do Centro de Inteligência Emocional Casa da Família. A psicóloga do Programa Proteção Global, Ana Júlia Zanatto, comenta que recebem crianças e adolescentes que sofrem de ansiedade e depressão, muitas vezes causados por abuso sexual, e todo conhecimento técnico e teórico adquirido na palestra será aplicado em seu trabalho para melhorar o amparo às vítimas.

Quem também marcou presença na palestra foi a delegada de polícia da Delegacia da Mulher de Balneário Camboriú, Doutora Ruth Henn. Para ela, o evento foi produtivo, e menciona que casos citados durante as falas de Maura, se assemelham a alguns que ocorreram na região. “Concluo que o importante é a prevenção. Quando casos assim chegam na delegacia, a comprovação fica difícil, pois é um crime que poucas vezes deixa provas. E o abuso sexual tem que combatido na tenra idade. Ensinar as crianças a se cuidar para evitar que o abusador possa agir”, sinaliza.

A palestra, marca a abertura do projeto “Crianças em Alertas”, que vai levar o tema às escolas do município. A diretora de Desenvolvimento Comunitário e coordenadora do Programa Proteção Global, Alda Dudek, conta que esse projeto é uma parceria do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), com o Programa Proteção Global. “Nós temos vários grupos e projetos na Casa da Família que falam diretamente com as crianças do município. Este além de abordar um assunto de suma importância, alcançará mais crianças, visto que será aplicado nas escolas”, acrescenta.

A secretária de Desenvolvimento e Inclusão Social, Christina Barichello, diz estar animada com o novo projeto e vê nele uma forma de cuidar das crianças de Balneário Camboriú. “Cuidar das crianças, é cuidar do futuro. Essa é uma das missões dos nossos programas e projetos”.

________
Informações adicionais:

Secretaria de Saúde
(47) 3261-6200

Diretoria de Comunicação
Jornalista: Paulo Wais
Fotos: Paulo Wais

 www.instagram.com/prefeituradebc 

FOTOS

Fonte: Prefeitura de Balneário Camboriú