Itajaí mantém redução no número de focos de dengue em 2022

- PUBLICIDADE -

O Município de Itajaí mantém a queda no número de focos positivos de dengue neste ano em relação a 2021. De acordo com o oitavo Boletim Epidemiológico produzido pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Itajaí, foram registrados 767 focos de dengue em 2022, uma redução de 20% na comparação com o ano anterior, quando foram confirmados 962 focos.

Os focos identificados no município estão espalhados por 17 bairros. Os que possuem maior registro são: Cordeiros (197 focos), Fazenda (81), Cidade Nova (80) e Praia Brava (68).

- PUBLICIDADE -

“Os agentes de endemias do Município seguem com o trabalho de prevenção e eliminação de criadouros nas casas e comércios. É importante que a comunidade faça sua parte e não deixe água parada, principalmente nesse período em que as temperaturas estão menores e podemos reduzir a circulação do vírus”, aponta o coordenador do Programa de Controle da Dengue, Lúcio Vieira.

Ainda segundo o relatório, a quantidade de casos positivos da doença também segue menor neste ano: são 345 confirmações contra 361 em 2021. Do total de casos confirmados, 260 são autóctones (transmissão dentro do município), 30 são importados (transmissão fora do município), 41 são indeterminados e 14 estão sob investigação.

Os bairros São João (50 casos), Cordeiros (40), Fazenda (34) e Cidade Nova (25) foram os que registraram a maior quantidade de casos autóctones neste ano. Ao todo, 16 bairros contabilizam casos da doença na cidade, inclusive no interior.

O boletim epidemiológico também informou que no período de janeiro a setembro de 2022 não houve confirmação de casos positivos de chikungunya e zika vírus.

O Município de Itajaí destaca a importância da participação da população no combate à dengue. Denuncie a existência de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde pelo telefone/WhatsApp (47) 3249-5573. 

Fonte: Prefeitura de Itajaí