Dia Nacional do Surdo é comemorado na Escola Polo em Criciúma

- PUBLICIDADE -

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Refletir as lutas da comunidade surda brasileira por direitos de inclusão é o principal objetivo do Dia Nacional do Surdo. E para comemorar a data, celebrada na última segunda-feira (26), a Secretaria Municipal de Educação, por meio da Escola Polo de Surdos, sediado na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Professora Maria de Lourdes Carneiro, promoveu um dia de atividades em alusão ao dia.

- PUBLICIDADE -

Os estudantes de Educação Infantil e Ensino Fundamental I e II, surdos e ouvintes, participaram de palestras, apresentações musicais em Libras e declamações de poemas, todos orientados por professores bilíngues. Segundo a coordenadora de Educação Especial, Úrsula Silveira Borges, atualmente a educação de surdos é voltada ao bilinguismo. “A Libras hoje está como a primeira língua e o português escrito como a segunda. Portanto, essa será a forma de ensino com a qual poderá assumir sua identidade surda”, afirma a coordenadora.

A diretora Daniela Rosso Miranda Santos falou sobre a importância do Setembro Azul. “Todos os alunos vieram caracterizados na cor azul que é motivo de orgulho para a comunidade surda, diante das diversas conquistas históricas”, ressaltou. A diretora menciona ainda a necessidade de compartilhar com as famílias e estudantes essas conquistas. “Nem todas as turmas têm estudantes surdos, embora eles tenham contato, é necessário valorizar as lembranças dessas conquistas para que eles alcancem ainda mais sua independência e sejam respeitados na língua deles, as Libras”, ressaltou.

Por que a cor azul?

A cor azul representa dois momentos distintos. Durante a Segunda Guerra Mundial, os nazistas identificavam as pessoas com deficiência com uma faixa azul no braço, por considerá-las inferiores. E os surdos também eram obrigados a usá-la. Com o fim da guerra e o passar dos anos, a cor passou a simbolizar ao mesmo tempo a opressão enfrentada pelos surdos e o orgulho da identidade surda.

Escola Polo de Surdos de Criciúma

A Secretaria Municipal de Educação vem se destacando na inclusão dos estudantes surdos por meio da EMEB Prof.ª Maria de Lourdes Carneiro, Polo de Surdos, que acolhe, inclui e ensina todos os surdos matriculados no município. A escola oferta professores bilíngues, Atendimento Educacional Especializado em Libras, Curso de Libras e adequações curriculares.

Dia Nacional do Surdo

O Dia do Surdo no Brasil foi oficializado em 2008, por meio do decreto de lei n° 11.796. O dia 26 de setembro foi escolhido por ser a data da fundação da primeira escola de surdos no país: o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). Fundado em 1857, na cidade do Rio de Janeiro. O INES segue em atividade atualmente se dedicando ao ensino bilíngue para surdos.

Fonte: Prefeitura de Criciúma