Museu a Céu Aberto pode ser visitado em passeios pelas ruas de Balneário Camboriú

- PUBLICIDADE -

Grafites, esculturas, estátuas e monumentos integram a mais nova instituição cultural de Balneário Camboriú, o Museu a Céu Aberto (MCA), inaugurado oficialmente na noite de quarta-feira (14). O cenário escolhido para cerimônia foi o Beco do Brooklyn, espaço com aspecto de galeria de arte na Rua 1100, que há três anos era um lugar degradado.

O MCA tem mais de 200 obras mapeadas, que podem ser vistas em um passeio pelas ruas da cidade. Na solenidade de inauguração, que teve apresentações artísticas, foi lançado o site https://culturabc.com.br/museu/ , no qual podem ser encontradas também as obras. Foi exibido na cerimônia, pela primeira vez, o documentário “Museu a Céu Aberto – “Capítulo 1: Arte Urbana”, sobre o percurso histórico da arte ao ar livre em Balneário Camboriú, com o depoimento dos artistas que levam cores e beleza a muros, prédios, quadras de esporte e paredes.

“Nossa cidade não tem somente prédios, o cinza do concreto e belezas naturais, talvez as mais belas do país. A gente pode fazer mais. E exemplo é esse lugar, que era degradado e trazia uma mensagem daquilo que a cidade não pode ser: triste, fria, suja, malcuidada, sem nenhuma beleza”, disse o prefeito Fabrício Oliveira na inauguração, sobre o Beco do Brooklyn, que atualmente conta com inúmeros grafites no seu interior e no entorno.

O museu foi criado em 9 de maio de 2022, pela lei municipal nº 4.634. Administrado pela Fundação Cultural, o MCA rompe com as visões clássicas do museu. É um museu de território, com obras mantidas no seu contexto original, fazendo parte do cotidiano das pessoas. O acervo museológico, que pode ser acompanhado pelo site, está em constante formação, contando atualmente com a coleção “LIC”, que contém fotos, vídeos, grafites e documentos envolvendo arte urbana patrocinada pela Lei de Incentivo à Cultura de Balneário Camboriú. Também no site, estão mapeados grafites e murais como “Efemeridades”, além de monumentos, estátuas e esculturas como “O Clássico no Urbano”. Pelo site ainda, é possível descobrir por onde as obras estão espalhadas em “Arte em Contexto Urbano”.

“O museu foi um sonho de muitos, que chegaram até nós dizendo que queriam mudar a cara da cidade. A arte aproxima as pessoas, transforma vidas e faz com que esses locais fiquem lugares de convivência”, contou a presidente da Fundação Cultural de Balneário Camboriú, Denize Leite.

A população pode colaborar com o museu, indicando obras ao ar livre no formulário disponível no site do MCA.

___________________

Fundação Cultural de Balneário Camboriú
(47) 3267-7011

Diretoria de Comunicação
Jornalista: Silvana de Castro
Foto: Ivan Rupp/PMBC, Vagner Gabriel/ Fundação Cultural e Murilo Trevizol/Divulgação
(47) 3267-7022

www.instagram.com/prefeituradebc 

FOTOS

Fonte: Prefeitura de Balneário Camboriú