Vanessa Moreno e Salomão Soares são atrações do Festival de Música nesta terça-feira (06)

- PUBLICIDADE -

O duo Vanessa Moreno (voz) e Salomão Soares (piano) é a atração do 24º Festival de Música de Itajaí nesta terça-feira (06), às 20h30, no Palco Elza Soares (Praça da Igreja Matriz). Ano passado, os dois também integraram a programação on-line do evento, mas desta vez marcarão presença de forma presencial. A véspera do feriado inicia com o workshop do Grupo Livre de Percussão (GLiP), às 10h, no Palco Fernando das Neves (Casa da Cultura). À tarde, as atividades seguem com oficinas e, às 19h, tem show do GLiP, no Palco Arthur Maia (Praça Arno Bauer).

A cantora paulista Vanessa Moreno e o pianista paraibano Salomão Soares já haviam tocado juntos em formações maiores, mas foi em um encontro para gravação em um estúdio que veio a ideia de um projeto em duo. Logo no primeiro trabalho, “Chão de Flutuar” (2019), a crítica definiu o disco como uma preciosidade ao trazer canções de diferentes estilos da música, com muito improviso tanto na voz como no piano, mas sem perder as sutilezas e o lirismo da pequena formação.

Dois anos depois, os músicos lançaram “Yatra-Tá‟, firmando-se como o mais expressivo dueto de jazz brasileiro da atualidade. A afinidade musical apurada entre Salomão e Vanessa traz um frescor para o segundo trabalho, que está alicerçado nas raízes brasileiras e tem a liberdade criativa como elemento fundamental na construção dos arranjos e na execução.

GLiP

O Grupo Livre de Percussão (GLiP) é composto por André FM, Osvaldo Pomar, Marcio Bicaco e Rodrigo Paiva, músicos experientes e com diferentes formações musicais, da música popular à erudita. O gênero é instrumental percussivo e a experiência dos participantes traz à tona um universo rítmico, timbrístico, melódico e performático favorecido pela percussão, interpretando obras de caráter erudito e popular.

O grupo interpreta obras de autores como Ney Rosauro, Astor Piazzolla, Hermeto Pascoal, Bill Molenhof, Chico Santana, entre outros, bem como peças de compositores catarinenses, ou que já residiram no Estado, como as de Iê Dos Santos e Luiz Sampaio, e peças autorais de André FM e Rodrigo Paiva. A instrumentação do grupo é extensa, vai de tambores africanos, berimbau, zabumba, pandeiro, até os instrumentos melódicos como o vibrafone.

Cadeiras disponíveis e área coberta

Tanto na Praça da Igreja Matriz quanto na Praça Arno Bauer há cadeiras disponíveis para o público. Além disso, a estrutura montada entre a Casa da Cultura e o Museu Histórico tem cobertura, banheiros químicos e área gastronômica com food trucks que funcionam das 11h às 22h.

Roda de Choro no Mercado Público

Na terça-feira ainda, depois dos shows, tem roda de choro no Mercado Público com o grupo Chorões do Porto, de Itajaí, a partir das 22h.

Confira a programação completa, 100% gratuita, e mais detalhes do 24º Festival de Música de Itajaí em www.festivaldemusicaitajai.com.br.

Fonte: Prefeitura de Itajaí