Bernardete Merino revisa a arqueologia das imagens

- PUBLICIDADE -

A artista visual Bernardete Merino inaugura a exposição Archaeological Art Society no dia 8 de setembro, quinta-feira, às 19h, no Museu de Arte de Blumenau (MAB). Com curadoria de Gleber Pieniz, seus três grupos de objetos em cerâmica fazem referência ao costume das pessoas em contar histórias e aos vestígios visuais que deixam ao redor para que essas narrativas resistam ao tempo. A mostra integra a programação da 4ª Temporada de Exposições do MAB em 2022 e pode ser visitada gratuitamente até 26 de outubro, de terça-feira a domingo, das 10h às 16h, na Sala Elke Hering. A entrada é gratuita.

Em Archaeological Art Society (Sociedade da Arte Arqueológica), Bernardete Merino reúne farto acervo de imagens criadas pela mão humana do megalítico à alvorada da era cristã e as organiza na forma de três coleções de peças cerâmicas esmaltadas com formas e conceitos distintos. Cada uma à sua maneira, “Menires”, “Blocos” e “Tectônicas” fundem artisticamente signo e circunstância, mensagem e suporte e são apresentadas em seu anacronismo ora como descobertas recém-extraídas dos sítios de escavação, ora como itens de um acervo científico já identificado, exibido ao público como arranjos lúdicos ou cenográficos. 

“Menires” representam os desenhos in situ deixados como pichações pelos povos ancestrais em cavernas, paredões, encostas de montanha e outras formações geológicas mais antigas. A coleção é composta por quatro blocos de cerâmica com figuras escavadas em baixo relevo dispostos como uma estrutura de pedra circular. Os cubos esmaltados do conjunto “Blocos”, por sua vez, remetem às civilizações de engenheiros e aos grupos humanos cuja arquitetura providenciou paredes e pisos para afrescos, mosaicos e pinturas. Na mesa do arqueólogo como documento de uma sociedade que pensa e tenta compreender-se olhando para o passado, a coleção “Tectônica” espalha-se em lâminas, lascas e placas cobertas de desenhos cuja organização em vidros ou expositores atende mais à lógica acadêmica e enciclopédica do que se mantém fiel à cultura que os criou.  

Saiba mais

Abertura da 4ª Temporada de Exposições no MAB

Data: quinta-feira, dia 8 de setembro

19h: conversa com os artistas expositores

20h: abertura da 4ª Temporada de Exposições do MAB, lançamento de livro e apresentação musical

Visitação: até 26 de outubro, de terça-feira a domingo, das 10h às 16h

Visitas mediadas: podem ser marcadas pelo telefone 3381-6176

Classificação indicativa de idade: Livre

Exposição Archaeological Art Society

Autora:  Bernardete Merino

Curadoria: Gleber Pieniz

Onde: Sala Elke Hering do Museu de Arte de Blumenau (Rua XV de Novembro, 161, Centro Histórico)

Visitas mediadas: podem ser agendadas pelo telefone (47) 3381-6176

Entrada gratuita

A artista

Bernardete Merino (São Paulo, 1958), artista visual, é pedagoga (USP, 1980), professora e astróloga. Formou-se em Artes Cerâmicas e em História da Arte pela Escola Fritz Alt de Joinville e participa de exposições desde 2018. Em 2021, teve seu trabalho selecionado pelo projeto Transgressões Cerâmicas, pelo Salão Angelim da Furb, pela Bienal Internacional de Arte Naif, pelo Museu de Arte de Blumenau (com a exposição A pele que nos une) e pela DOMI Galeria (onde foi uma das três premiadas do 1º Salão de Arte Online). Sua pesquisa é influenciada pela mitologia, pela história e pela arqueologia e busca dialogar com o público a partir destas referências. A artista vê na argila o DNA do planeta, matéria ligada a cada ser humano que aqui esteve, deixou marcas e foi devolvido à terra.

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello

postada em 05/09/2022 12:56 – 8 visualizações

Fotos

Fonte: Prefeitura de Blumenau SC