Prefeitura de Florianópolis finaliza as desapropriações no Córrego Grande e obra da rótula deve iniciar em setembro

- PUBLICIDADE -

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Procuradoria-Geral do Município, finalizou na última segunda-feira (29/8) os processos de desapropriações necessários para a instalação da rótula entre as ruas João Pio Duarte Silva e Sebastião Laurentino da Silva, no Córrego Grande. Os proprietários têm até 5 de setembro para desocupar os imóveis. A obra, uma antiga demanda da comunidade, deve iniciar em setembro.

Considerada prioridade para o prefeito Topázio Neto, a rótula deve resolver o problema de mobilidade da região. “A rótula, e a revitalização do seu entorno, é a melhor solução para garantir mais segurança aos motoristas e pedestres que circulam pelo Córrego Grande”, explica o prefeito. 

A subprocuradora-geral do Município, Katherine Schreiner, explica que a construção da rótula é resultado de um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre as construtoras que têm empreendimentos no local e o Ministério Público de Santa Catarina. As tratativas para as desapropriações que vão garantir a realização da obra são de responsabilidade da Prefeitura de Florianópolis, que concluiu as negociações com a proprietária de um último imóvel na segunda-feira (29), quando realizou o pagamento da indenização.

“A questão das desapropriações foi uma das primeiras missões passadas pelo prefeito Topázio à Procuradoria-Geral do Município. Essa fase se encerrou com o pagamento da última indenização. Após a desocupação, a Prefeitura passa a ser a emissária da posse dos imóveis e as construtoras podem iniciar as obras”, explica a subprocuradora. O projeto já está pronto e as licenças concedidas.

galeria de imagens


Fonte: Prefeitura de Florianópolis