PMF formaliza início da elaboração dos planos de manejo de unidades de conservação

- PUBLICIDADE -

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Fundação Municipal do Meio Ambiente, formalizou nesta sexta-feira, 26 de agosto, o início da elaboração dos planos de manejo que servirão de guia para a gestão de sete unidades de conservação da Capital.
 
O começo do trabalho e a definição das etapas ocorreram em reunião durante a manhã, com a presença do secretário da SMMA, Fábio Braga, da superintendente da Floram, Beatriz Kowalski, do secretário-adjunto da SMMA, Lucas Arruda e da equipe da empresa responsável pelos planos, Geo Brasilis.
 
A partir de agora, a empresa contratada deve cumprir o seguinte cronograma de trabalho:
 
Etapa 1 – Organização e planejamento – Empresa precisa formalizar um plano de trabalho e cronograma de ações;
 
Etapa 2 – Coleta, análise e sistematização das informações existentes: A Prefeitura deverá disponibilizar as informações existentes, que serão anexadas aos trabalhos científicos e outros bancos de dados formais.
 
Etapa 3 – Oficina de planejamento participativo (Opp): Etapa de controle e participação social, onde a comunidade de Florianópolis deverá contribuir com o processo através de oficinas participativas;
 
Etapa 4 – Estruturação do planejamento das Unidades de Conservação: Organização dos estudos e oficinas no formato de Plano de Manejo;
 
Etapa 5– Entrega e aprovação da versão final dos planos de manejo das Ucs: Conclusão dos trabalhos.
 
Dentro do processo de construção, que deve ser finalizado no prazo de 12 meses, a terceira fase será uma das mais importantes, como destaca o secretário Fábio Braga. “Após o levantamento dos documentos técnicos existentes, iniciam as oficinas de planejamento participativas, onde a comunidade de entorno, universidades, pesquisadores e todos os demais interessados poderão dar suas contribuições no processo de planejamento do uso das unidades de conservação”.
 
O termo de referência para contratação da empresa responsável pela elaboração dos planos seguiu diretrizes definidas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio. Na próxima segunda-feira, 29 de agosto, um grupo de trabalho será formalizado para o acompanhamento e suporte às atividades que serão realizadas pela Geo Brasilis.
 
Unidades atendidas
 
Serão contempladas: Monumento Natural Municipal da Galheta, Monumento Natural Municipal da Lagoa do Peri, Parque Natural Municipal das Dunas da Lagoa da Conceição, Refúgio da Vida Silvestre Municipal Meiembipe, Parque Natural Municipal da Lagoinha do Leste, Parque Natural Municipal do Maciço da Costeira e Parque Natural Municipal Lagoa do Jacaré das Dunas do Santinho.
 

galeria de imagens


Fonte: Prefeitura de Florianópolis